Que venha 2019, porque 2018 já deu!

     Logo é ano novo, então quis deixar meu último post do ano. Desde que interrompi a dieta do ovo, não emagreci nada. Vou para 2019 com o mesmo peso da virada de 2017 para 2018: 65 kg. Não estou triste como pensei que estaria, pois no momento tenho me contentado com pouco e encerrar o ano com o mesmo peso é melhor do que se eu estivesse mais gorda. Era o que eu queria? Não mesmo! Mas não adianta chorar pelo leite derramado. Agora preciso me focar em 2019 e em como quero chegar em 2020. Para isso não posso me prender a lamentações de erros passados, ao contrário disso, devo me focar em como alcançarei minhas metas no novo ano e como não errarei tanto novamente.

     Um breve resumo do meu natal: passei com minha mãe e irmã, em casa. Como faço aniversário dia 28, ambas me deram mais de um presente. Ganhei um mp4 da minha mãe (parece algo bem "old", mas eu realmente queria um para não ter que escutar música pelo celular), um livro pop-up do Pequeno Príncipe e um relógio de pulso. Da minha irmã eu ganhei um urso de pelúcia (adoro coisas assim para colocar no meu quarto ♥) e um pack de colecionador com 25 miniaturas em metal do filme The Nightmare Before Christmas/O Estranho Mundo de Jack. Simplesmente amei.

     Depois, minha mãe viajou dia 26 e minha irmã dia 27. Vou passar o ano novo sozinha outra vez, mas pelo menos não tem comilança hoje. A comilança foi mais no natal mesmo. Por hoje, eu apenas comi um yakissoba. Agora estou tomando um sorvete e, bem... As calorias irão pesar mais por culpa das cervejas que já tomei e do vinho que vou abrir meia-noite. Mas é isso. Como não terá comida de ano novo para eu ficar uma semana comendo, amanhã já entro na linha, mas ainda não em uma dieta específica, pois preciso me organizar direito e ver qual dieta vou seguir.

     Metas para 2019? Nada muito especial. Mas vamos lá:


  • Eliminar pelo menos 15 kg até o final do ano;
  • Me empenhar nos estudos do curso de Letras;
  • Ler pelo menos 1 livro novo por mês;
  • Se o dinheiro sobrar, me inscrever na academia;
  • Colocar aparelho nos dentes;
  • Parar de fumar;
  • Ser mais ativa em todos os aspectos.
     Acho que já são metas suficientes. O resto eu vou fazendo ao decorrer do ano. Essas só citei aqui pois são prioridades e quero manter meu foco em cumprir essas metas. Mas tenho outras em mente também...

     Enfim. Assim encerro o último post do ano. Feliz ano novo para vocês. ♥ E não se esqueçam que nada irá mudar se cometerem os mesmos erros e/ou se continuarem esperando as coisas virem até vocês. Vocês precisam correr atrás de fazer as coisas acontecerem. Assim como eu também preciso e vou fazer. Tudo de bom para vocês! ♥

12º dia da dieta do ovo.

     Estou fazendo esse post no ônibus,  indo para o trabalho, por isso serei bem breve.

     Estou para concluir a dieta do ovo e não emagreci nada. Não estou surpresa, pois já  tinha visto relatos de quem fez a dieta e simplesmente não emagreceu.

     Eu comi apenas o permitido: ovo com ovo. Nada além  de ovo. E continuo com 65 kg. Na semana passada pensei que o peso não mudava por conta da menstruação. Mas depois que o ciclo acabou, não tinha mais desculpas: a realidade é que não emagreci.

     Talvez tenha dado errado porque não faço três refeições por dia. Mas eu como apenas uma vez no dia e emagreço assim com meus legumes. Então vou voltar com eles a partir de amanhã, pois não adianta fazer os últimos 3 dias da dieta do ovo e continuar com 65 kg. Mas vou concluir pelo menos o dia de hoje.

     É isso. Beijinhos.

Dieta do ovo. | 2º dia.

     Olá!

     Pela primeira vez, iniciei a dieta que sempre pensei em fazer: a dieta do ovo. Iniciei ela ontem, ainda com 65 kg. Espero eliminar pelo menos esses 5 kg até o final da dieta, que é de 15 dias. Espero também aguentar comer apenas ovo por 15 dias. xD Hoje já testei a receita de panini (tipo um pão feito de ovo!). É bom, mas prefiro meu omelete, que pelo menos não vai fermento. xD

     Meu cardápio de ontem foi: um omelete de 4 ovos no almoço e um omelete de 2 ovos no jantar, quando cheguei em casa. Não costumo jantar, mas como estava com fome, decidi comer, porque quero evitar compulsão e "fome" é um enorme gatilho para sair da dieta. Dizem para consumir pelo menos 3 ovos por dia e no máximo 8. Ontem eu consumi 6 ovos! Para mim foi muito, mas... Pelo menos estou dentro da dieta.

     O cardápio de hoje até agora foi apenas o panini, que foi um ovo, uma colher de requeijão para a massa e 2 colheres de café de fermento. Meu panini cresceu muito, o que me fez acreditar que uma colher de café de fermento já basta. Mas como foi a primeira vez que fiz, não quis fugir da receita original. Se eu fizer uma próxima vez, aí testo com apenas uma colher. Mais tarde, pretendo fazer um omelete com 2 ovos e fechar meu dia assim.

     Para amanhã, pretendo levar 4 ovos cozidos para o trabalho. Se de noite estiver com fome quando chegar em casa, comerei um omelete feito com 1 ovo. No geral a dieta é essa: comer apenas ovos. Dizem que pode comer até 120 gramas de queijo sem carboidrato, tipo muçarela, mas prefiro não comer. Se depois de uma semana comendo ovo eu estiver enjoando, aí até como umas duas fatias para quebrar a ingestão de apenas ovos, mas... A dieta é do ovo! É preciso se conformar que você irá comer apenas ovos durante os dias de dieta. xD

     Acho que é só... Na última semana, eu pequei um pouco ao não fazer exercícios com a desculpa de que estava cansada por conta da semana de Black Friday onde trabalho. Mas essa desculpa chegou ao fim, então hoje vou fazer pelo menos 20 minutos de elíptico e voltar com a minha corda todas as noites.

     É isso. Na sexta-feira é minha folga novamente e pretendo voltar aqui para contar como vai a dieta e se obtive resultados após 5 dias comendo ovo! Por um milagre minha mãe decidiu me apoiar nessa dieta e até comprou ovos para mim, disse que comprará ovinhos de codorna também para variar o cardápio! Ahahahaha xD Só minha mãe mesmo... lol

     Ps: Passarei em vossos blogs ainda hoje! Muito obrigada por ainda passarem por aqui e por não desistirem de mim, mesmo que ás vezes eu suma. ♥

     Ps²: a dieta promete eliminar 10 kg em 15 dias... Não costumo acreditar muito nessas coisas, pois cada corpo responde de forma diferente com a dieta e algumas pessoas podem eliminar menos ou mais quilos que o prometido. Mas se eu eliminar a média de 7 kg em 15 dias, já estarei no lucro ao final dela, pois estarei na casa dos 50 kg com 58 kg. Encerrar o ano com 58 quilos seria tudo de bom, já que no ano passado encerrei com 65 kg, então... Estará ótimo!

65,00 kg. - Sou muito sanfona...

     Olá.

     Como a boa sanfona que sou, devo atualizações sobre o meu peso. Depois do último post no dia 07/11, eu fui me pesar no dia 13/11 e vi os horríveis 67,500 kg. Ninguém merece ser uma sanfona ambulante como eu... Bem, eu decidi voltar para a minha dieta de contar todas as calorias que consumo (antes não estava contando, apenas almoçava tranquila no almoço, mas sem saber as calorias e ás vezes comia uma besteira ou outra que ferrava com meu dia). Essa era a forma que eu estava me autossabotando: comia apenas meus legumes no almoço, tipo abobrinha, mas depois comia doce, ou comia outro tipo de besteira. Agora que voltei a contar calorias, não posso ultrapassar 800 kcal. No início eu queria que o máximo fossem 500 kcal, mas vendo que ás vezes eu ficava nas 500 e qualquer coisa, fiquei com raiva e coloquei 800 kcal. Tem dia que fico nas 400, outros nas 500, outros nas 600, raramente nas 700 kcal. Ou seja, 800 kcal é o ideal para mim, que assim não fico pilhada por ultrapassar o limite de kcal diárias permitido e me dá um "up" quando vejo que consumi praticamente a metade do limite.

     Um breve resumo das kcal ingeridas desde o dia 13/11:

- 13/11 -> 768 kcal - 67,500 kg
- 14/11 -> 536 kcal
- 15/11 -> 486 kcal
- 16/11 -> 562 kcal
- 17/11 -> 525 kcal
- 18/11 -> 610 kcal - 65,000 kg


     Em suma, esse método tem funcionado comigo, pois hoje me pesei e estou com 65 kg redondos. Ou seja, apenas 100 gramas acima do que estava pesando no dia 07/11.  O que significa que eliminei 2,500 kg em 5 dias. Não podia esperar mais do que isso. Tenho feito 20 minutos de elíptico 3x por semana (acho pouco, mas ao menos é um começo) e pulado corda 100x todos os dias. Logo espero aumentar esse número para 200x, mas até lá, tenho que pular ao menos 100x. E assim vou indo, esperando até o término do ano estar com 60 kg redondos. Para terminar esse ano com 5 kg a menos do que no ano passado. Embora esse valor seja ridículo, porque se eu tivesse levado as coisas mais a sério, já estaria com 55 kg agora e encerraria 2018 com DEZ quilos a menos do que em 2017. Mas ok. 5 kg já é alguma coisa. Pior será terminar esse ano pesando mais ou o mesmo que no ano passado. Ninguém merece...

     Espero que vocês ainda estejam lutando pelos seus objetivos. Ler seus blogs sempre me inspira a nunca desistir de ser a melhor versão de mim mesma. Então, espero que ainda estejam por aí... ♥

     Volto para atualizar dia 25. Principalmente atualizar sobre o peso. ^^

64,900 kg?????

Olá.

     Um milagre aconteceu e hoje eu finalmente acordei com 64,900 kg. Finalmente sai dos 66/67 de sempre! O estranho é que ontem foi minha folga, então saí com um amigo meu... Eu comi um taco grande, e durante o dia eu bebi 2 long de Stella Artois de 270 ml, uma lata e meia de Itaipava e uma lata de 700 ml de chopp de vinho!!! E se nao bastasse tudo isso, ainda fui no Starbucks com meu amigo e tomei um frapuccino de avelã de 400 ml e mais um biscoito de gengibre! Ou seja, eu bebi e comi e ainda emagreci??? Não entendi nada, mas que seja... Claro que tem o detalhe de eu ter andado o dia todo com meu amigo... Talvez isso tenha ajudado.

     Ok. E como estamos em novembro, preciso falar o meu breve planejamento daqui para dezembro. Inicialmente eu estava em uma dieta de no máximo 800 kcal. Mas decidi que com isso não vou emagrecer, então hoje estou iniciando uma de no máximo 500 kcal. O cardápio é o de sempre: legumes, verduras, ovo e só. Na hora do meu almoço vou ir andar um pouco e talvez isso ajude a chegar no final do mês com pelo menos 62 kg. E em dezembro elimino mais dois e encerro o ano com 60 kg. É uma meta bem modesta na minha opinião, mas nao adianta eu fazer metas maiores e me frustrar...

     Espero que vocês estejam bem e não tenham desistido de seus objetivos!

     Beijinhos! ;*

66,200 | - 1 kg e 300 gr

     Olá.

     Esse post será super breve, apenas para atualizar por aqui. Eu eliminei mais de um kg e não sei como, pois minha alimentação tem sido uma vergonha. Continuo comendo meus legumes, mas como uma besteira e outra também, coisa que não fazia. O mais provável é que aqueles 67 kg fossem retenção de líquido. De qualquer forma, me sinto menos inchada, embora não tenha feito nada para isso.

     Outubro está acabando, e posso dizer que o que agosto teve de rápido esse ano, outubro está tendo de demorado. Esse mês parece não acabar nunca! De qualquer forma, já estou fazendo meus planos para 2019, pois muitos deles começam agora, no final de 2018.

     Estou planejando alguma dieta para fazer em novembro. Algo que me ajude a eliminar pelo menos 5 kg. Eu encerrei 2017 com 65 kg. Me sinto na obrigação de encerrar 2018 com pelo menos 60 kg redondos! E sei que eu consigo se eu me dedicar...

     Volto assim que esse mês chato acabar para falar sobre o que decidi fazer. ♥

     Beijos! ;*

Finalmente, outubro! 67,500 kg.

     Olá.

     Eu sei que sumi daqui por mais de um mês, mas não foi intencional. Eu apenas não tinha muito o que dizer e nem cabeça para tal. Tive alguns dias bem ruins, nos quais fui acometida de uma crise terrível do que talvez possa ser ansiedade. Mas não sei... Pois além de não gostar da ideia de me autodiagnosticar, gosto muito menos da ideia de assumir que tenho algum problema do qual não possuo controle. Assim como a maioria que vive nesse mundo de TA e etc, eu sou muito controladora com tudo e detesto a ideia de não obter controle sobre meu psicológico.

     Enfim... Falando brevemente sobre essa minha pseudocrise: foi algo muito repentino. Eu estava vivendo normalmente e da minha maneira monótona, até que de repente foi como se o mundo tivesse caído sobre minha cabeça e eu tivesse me dado conta de que estou envelhecendo, que minha mãe um dia morrerá, que eu talvez chegue aos 80 anos, serei velha e não terei mais essa vida que eu conheço. Será uma nova vida, uma vida que não quero: estar velha e sozinha. Pois bem, essa é a primeira vez que estou conseguindo falar sobre o assunto sem surtar novamente. Pois nas vezes que tentei raciocinar comigo mesma sobre o que tive, sempre acabava sozinha e trancada em algum lugar qualquer (banheiro de casa, banheiro do trabalho que fica dentro da loja na parte do estoque, meu quarto, banheiro do shopping onde trabalho, etc), longe de outras pessoas e em prantos como se eu fosse ter 80 anos amanhã, num desespero descomunal, que eu tinha que respirar fundo diversas vezes e olhar para mim mesma no espelho, na tentativa de me trazer de volta para o presente. Tal pensamento me acometia do nada... Ás vezes eu estava no caixa, atendendo alguém, ou até mesmo no meio da loja, abastecendo alguma mercadoria, e BOOM! Do nada eu sentia que começaria a surtar e, para não passar vergonha, avisava friamente que ia no banheiro. Lá eu me trancava e ficava uns 5 minutos até conseguir me recompor... Eu cheguei até mesmo a ficar paranoica com certas coisas: atendia um idoso e queria chorar (???), via alguém acompanhado da mãe idosa e queria morrer, tendo que engolir em seco o nó que se formava em minha garganta... Enfim, eu estava realmente surtada. E o motivo disso? Não faço ideia...

     Ok. Após a minha (não tão) breve explicação sobre o possível surto, preciso dizer como estou agora. Nesses últimos 7 ou 9 dias, eu estive mais calma e tranquila. Com menos pensamentos tão extremistas e paranoicos e tentando pensar menos em como eu vou estar daqui 55 anos... Afinal, isso é praticamente DUAS VEZES MAIS tudo o que eu vivi até hoje... Levando em conta que ainda farei 26 anos em dezembro. Tipo... Eu ainda tenho que viver DUAS vezes toda minha vida até agora para chegar aos 80 anos. E talvez não chegue até lá, pois não se sabe o que o futuro nos reserva, certo? Enfim... É muito louco ficar paranoica com um pensamento tão WTF??? como esse... Por isso tenho trabalhado para me manter focada no agora e pensar apenas nos planos para um futuro próximo, como voltar para a faculdade no ano que vem, colocar meu aparelho odontológico, o que farei nas minhas férias que cairão em abril, etc... Planos próximos e não coisas como: mas como será quando eu não tiver mais minha mãe aqui?! E quando eu não tiver mais pai?! E quando eu tiver 80 anos?! Etc, etc, etc... Tenho tentado compreender que pensar nessas coisas apenas me impedem de fazer e aproveitar as coisas do agora. Então, não posso me deixar ficar ansiosa com pensamentos sobre um futuro (ainda) tão distante...

     O peso continua o mesmo: tem dias que está 66 kg, e outros 67 kg. Como gosto de informar certinho aqui no blog, me pesei antes de começar esse post e estava com 67,500 kg. Tenho um casamento dia 12 agora, gostaria de estar pelo menos com 65 kg novamente. Vou ver se consigo emagrecer alguma coisa, voltando para minha dieta usual, que é apenas uma refeição ás 15h da tarde e mais nada no resto do dia. Apenas uma caneca de café pela noite e outra pela manhã. Tenho comido uma coisinha ou outra fora da minha refeição do almoço, e isso tem estagnado meu peso. Eu não quero estagnar, quero emagrecer!

     Enfim... Expliquei mais ou menos como as coisas estão por aqui. Espero que vocês estejam bem! ♥ Eu tenho acompanhado o blog de todas, apenas não comento por não ter nada de bom para falar. Mas hoje passarei para comentar em todos, independente do comentário ser grande coisa ou não. Quero que saibam que nunca me esqueço de vocês. ♥


     Kisses, Roxy. ♥ 

Agosto costumava ser longo...

     Sinceramente? Não vi esse mês passar. Quando dei por mim, notei que hoje era dia 21. Mais 10 dias e agosto acaba para dar lugar para setembro, que também não costuma ser um dos melhores meses para mim. Na realidade, depois da metade do ano, a tendência é sempre tudo ficar pior. Você se dá conta que o tempo passou, que não fez nada que deveria ter feito. Que houveram bons dias, sim, mas que os piores se sobrepuseram sobre os bons e fizeram deles nada além de uma mera gota num oceano pútrido e carregado com seus fracassos. Você percebe e se dá conta que quanto mais velho fica, mais sozinho se encontra e a culpa é somente sua. E ainda que a culpa de toda essa merda seja apenas sua, você não consegue fazer com que fique melhor, pois até em melhorar você fracassa, e é aí onde você se vê meio sem saída, sabe? Dizem que é preciso que reconheçamos nossa culpa, para depois tentar se redimir e buscar uma solução para reparar os danos causados por nós mesmos. Mas ás vezes você simplesmente não consegue mais desfazer toda a merda que fez. Seja essa merda o que for: comer demais, discutir com alguém, se afastar das pessoas, trabalhar com má vontade, não deixar de fumar, tratar mal quem não merece... Enfim, seja o que for, você simplesmente não consegue deixar melhor, ou pelo menos "não tão ruim" como já está...

     Enfim... De volta para agosto! A maioria das pessoas ao meu redor (colegas de trabalho, clientes insuportáveis, mãe, irmã etc, pessoas vazias) falaram que agosto seria um mês longo e interminável. Claro que isso vai da perspectiva de cada pessoa, pois passando rápido ou não, o fato desse mês ter 31 dias não muda e na teoria ele dura o mesmo para cada um de nós. Mas sabemos que na prática as coisas diferem muito da teoria... Acho que o mais cômico para mim é a ironia envolvida nisso tudo: eu tenho vivido de forma lenta e inútil, o que deveria fazer com que agosto se arrastasse como se fosse o pior mês de todos e etc. Mas é como se eu estivesse entorpecida por todos esses dias e por isso não me dei conta do tempo passando e dos dias correndo de forma voraz, um após o outro. E eu fazendo "enormes nadas"...

     Tenho estado bem triste, essa é a verdade. E acho que enrolei tanto para chegar nessa parte do post porque para mim é muito difícil admitir isso. Embora já tenha comentado outras milhões de vezes sobre meu desânimo constante e etc, acho que dizer "estou triste" é mais vergonhoso e pesado para mim do que dizer "estou desanimada". Quero dizer... Não há nada demais em estar desanimada, certo? É normal não ter energia sempre e simplesmente há épocas nas quais estamos sem muito ânimo, daí o "desânimo". Nada demais. Até as pessoas de fora aceitam o desânimo do outro numa boa, porque é algo pelo qual todos passam. Agora, dizer e/ou deixar com que percebam que você está realmente triste, vendo o mal em tudo, transformando em mau até aquilo que se esperava que fosse bom... Isso não é muito aceitável. As pessoas começam a ficar incomodadas com você e querem que você fique feliz logo, afinal "gente feliz não enche o saco", eu ouvi isso minha vida inteira. Por sorte, ninguém de fora parece ter notado minha tristeza, pois eu geralmente disfarço tristeza e mágoa com irritabilidade. "Estou apenas estressada!", é o que digo aos quatro ventos. "Normal... Você vive irritada!", é o que obtenho de resposta e por fim me deixam em paz. Prefiro assim, pois as pessoas costumam esperar um motivo maior para a tristeza alheia, além de saberem que você está triste porque simplesmente é uma pessoa triste. É uma pessoa que se dá conta da desgraça de mundo em que vive e não consegue ignorar isso se preocupando com a própria vida, pois a própria vida é tão insignificante diante de problemas tão grandes quanto os existentes no mundo, que não posso deixar de ficar triste com toda a desgraça mundial... E mesmo sabendo que não posso ajudar a deixar certas coisas melhores, ainda assim eu me culpo por ser tão inútil e por ser tão leviana diante de todos esses problemas. Mas o grande X da questão é que não deixo de fazer minhas obrigações por isso: continuo trabalhando, cuidando dos meus cachorros, pensando em emagrecer, pensando nos meus estudos no ano que vem. Eu continuo seguindo com a vida, sabe? Então ainda está tudo bem comigo, na minha concepção do que é estar bem...

     Por fim, não pretendo me estender muito mais do que já fiz nesse post. Mas apenas para concluir... A verdade é que não há motivos reais para que se preocupem com você por estar triste. Afinal, estar triste é tão normal quanto estar desanimada. Você pode ficar triste por meses e de repente você acorda feliz... Assim, do nada. Aí você passa um tempo feliz até que acaba desanimada outra vez e sucumbe à tristeza. É normal. Nunca vi uma pessoa sensata dizer que o comum na vida é ser feliz 100% do tempo. E estar triste pode significar que você está bem, sim. Você apenas não está em um estado de espírito louvável, mas e daí? Você pode ficar triste por um tempo e não pirar por não estar feliz como todo o resto finge estar... A maioria não é feliz e finge estar porque "isso é normal". Apenas isso.

     Atualizações breves sobre o que realmente importa: não engordei, não emagreci, continuo com os malditos 67 kg que adquiri depois que fodi com a dieta ABC. Não parei de fumar e duvido que eu vá. Mas vou continuar tentando parar algum dia. Talvez eu consiga...

     Volto em setembro para atualizar sobre como andam as coisas por aqui. Espero emagrecer até lá. Nem que eu volte apenas para os 65 kg. Já estará bom...

     Um bom término de agosto para vocês. E espero que estejam bem, assim como eu julgo que estou, independente da definição do que é estar bem para cada um de vocês. ♥

Não adianta se acomodar com sua situação precária e apenas reclamar...

     Olá!

     Estamos no último dia de julho e quero simplesmente esquecer esse mês. Foi um mês de fracasso para mim e não quero repetir a mesma desgraça em agosto. Para isso, preciso me planejar. Queria fazer a dieta da boneca magra, porém ela não daria certo para mim devido aos horários nos quais as quebras do NF cairiam. Pela manhã eu estou dormindo. Saio de casa 11:30 da manhã, entro no serviço 13h e meu horário de almoço é das 15h às 17h. Depois trabalho das 17h até 22:20. Chego em casa quase meia-noite. Ou seja, só poderia comer pela manhã, mas estou dormindo, ou no horário do almoço no trabalho, que é o horário que costumo comer. Então pensei em fazer uma dieta parecida, só não sei se surtirá efeitos...

     Vou almoçar no trabalho como sempre, porém consumirei no máximo 400 kcal no almoço, que são as mesmas calorias da dieta da boneca magra. Porém, farei 22 horas de NF, sempre começando a contar das 17h até ás 15h horas do outro dia. Não pretendo fechar sempre com 400 kcal, pode ser menos. Só não pode ser mais. E farei essa dieta por 7 dias, começando a contar a partir de amanhã, que é dia 1º. Espero emagrecer pelo menos de 2 kg até 3 kg em 7 dias com essa dieta. Amanhã me pesarei logo cedo e atualizo aqui com o peso atual e depois com o peso final. Não sei se essa dieta vai surtir algum efeito, mas não me custa tentar e começar a primeira semana do mês com foco total... Acho que vou até criar uma aba lateral aqui no blog e atualizar ela todos os dias com o progresso da dieta (se houver algum progresso, claro). Assim eu mantenho sempre atualizado, mesmo não postando todos os dias...

     Outra meta para esse mês é parar de fumar. Estou com apenas um cigarro. O último do maço. Irei fumá-lo essa noite e acabou. Não pretendo comprar mais. Talvez eu falhe nesse objetivo, mas não me fará mal tentar outra vez. Eu gasto muito dinheiro com cigarro... Meu maço custa R$ 10,00, Tenho comprado de 3 até 4 maços por semana (antigamente eu comprava 4 maços por mês...). Se fizermos as contas, eu gasto de R$ 120 à R$ 160 todo mês... É muito dinheiro jogado fora, uma vez na qual seguimos o raciocínio de que um saco de 20 kg da ração dos meus bebês custa R$ 100... Ou seja, eu tenho que parar de fumar e gastar esse dinheiro com outras coisas, ou até mesmo guardar numa poupança para futuramente... Não será fácil. Mas emagrecer também não é. Então pretendo unir as duas batalhas em uma só. Espero conseguir.

     Por fim, eu já queria planejar o mês inteiro nesse post, mas não posso fazer isso sem saber o resultado da minha dieta inicial do mês. Vou analisar os resultados e me baseando neles é que decidirei o próximo passo. Preciso sair da casa dos 60 kg esse mês, com urgência. Pois estou muito obesa. É repugnante olhar para toda essa banha em um corpo de 1,60 cm... Mas enfim, não adianta reclamar e não fazer nada para mudar.

     Desejo para todos vocês um ótimo mês! Eu tentarei passar por aqui mais vezes... :3

FRACASSEI! O post queue alguns estavam esperando...

     É isso. Hoje era o 17º dia da ABC. Dia de NF. E eu fracassei. Sei que algumas pessoas só estavam esperando por isso, pois sempre tem alguém torcendo pelo seu fracasso. Comi comida japonesa... A culpa de ter fracassado é apenas minha e e eu sei disso.

     Mas falarei e seguirei aquilo que diria para outra pessoa em uma situação como essa: vou recomecar amanhã. Não vou desistir. Amanhã irei me pesar e eu aceitarei a derrota como uma chance de um reinício.

     É isso. Espero que estejam melhores do que eu. Lembrando que fracassei no mesmo dia em que fracassei quando tentei essa dieta pela última vez.

     Enfim... A solução é recomeçar do zero.

Nada de pesagem essa semana, mas a dieta segue firme!

     Olá.

     Decidi aparecer por aqui antes de quarta-feira porque simplesmente precisava avisar que não me pesarei essa semana. Minha menstruação chegou no domingo e eu não me peso durante este período, pelo simples fato de não me sentir bem para isso... Mas eu estou firme na ABC até o momento. Como já passou da meia-noite, irei considerar que já é terça-feira... Então ontem eu concluí o 13º dia da ABC e agora estou indo para o 14º. Como disse no último post, meu recorde foi de 16 dias... Espero dessa vez não apenas chegar no 25º dia, que será metade da ABC concluída, mas desejo principalmente chegar no final dela e concluir essa praga de uma vez por todas. Quero descobrir na pele quantos quilos ela é capaz de eliminar desse meu corpo gordo...

     Amanhã é terça-feira e é dia de feira. Minha mãe, sempre muito boa, irá até lá comprar alguns legumes e verduras para mim, pois detesto ir na feira... Tenho preparado minha marmita toda noite para levar para o trabalho, pois com minha mãe e irmã dormindo eu posso pesar minha comida sem ninguém ver e me encher o saco por ser "paranoica" demais, como elas dizem...

     Enfim, esse post foi só para atualizar mesmo. Mas na semana que vem eu já apareço aqui com o peso atualizado, pois não estarei mais menstruada e tenho certeza que estarei confortável para subir na balança. Quem sabe eu traga uma foto de "antes e agora" do meu corpo gordo? Estou pensando seriamente nisso... Sou cheia de fotos do meu corpo gordo no PC e celular, mas nunca tenho coragem de expor ele aqui... Mas vou ver se consigo!

     No mais, acho que é só... Já passei em alguns blogs e pretendo terminar de visitar o restante ainda hoje ou amanhã no máximo. Muito obrigada pelo carinho e motivação que vocês sempre me passam! Desejo uma ótima semana para todos! ♥

65,100 kg

     Ok. Agora que estou indo para o 8º dia da dieta, não preciso ficar com receio de dizer aqui sobre ela e no dia seguinte furar a dieta. Pois sei que não irei furar. Estou fazendo a famigerada ABC pela 4ª vez, eu acho... Das vezes em que fiz a ABC, meu recorde foi de 16 dias seguindo a dieta. Nas demais vezes não passava do 6º dia ou algo do tipo.

     Estou com 65,100 kg. Comecei ela com 68,100 kg. Meu objetivo é sair da casa dos 60 kg com ela dessa vez. Isso seria um sonho.... Tenho certeza que consigo se manter esse foco atual que me dominou.

     Tenho pesado a comida na balança de cozinha que minha irmã comprou para fazer os doces que ela vende (ironia do destino). Como costumo comer muitos legumes e verduras, preciso pesar para saber a quantidade da porção que vou consumir e medir a calorias corretas. Tem dado certo para mim....

     Agora que voltei aqui e registrei sobre a dieta atual, não tenho muito mais o que contar. Pretendo aparecer aqui toda quarta-feira para atualizar meu progresso. Estou me pesando toda terça-feira, que é quando completa uma semana de dieta. Ontem foi o 7º dia e completou uma semana. Me pesei pela manhã. Na próxima semana serão duas semanas de dieta. Espero trazer boas notícias. Acho que é isso...

     Vou passar em seus blogs entre hoje e amanhã e comentar devidamente neles. ♥

     Muito obrigada por ainda passarem por aqui, por mais desnaturada que eu seja. ;o;


     ♥

68,100 kg

     Todo final de mê eu tenho dito a mesma coisa, mas... Que bom que junho está acabando. Foi um mês nada produtivo, super estressante e etc. E sei que foi tudo por minha culpa, mas não posso lamentar. Preciso tentar fazer diferente em julho. E começo amanhã mesmo a mudar.

     Estar com 68 kg para mim é o fim. Pois é quase 70 kg! E não aceito voltar para os 70 kg! Estou com planos de iniciar uma dieta, mas não sei se sou capaz de me organizar para concluí-la. Eu espero que sim, pois é a única saída que vejo para sair da casa dos 60 kg de uma vez por todas! Vou iniciar a dieta amanhã e espero conseguir me manter nela dessa vez. Assim que estiver por pelo menos 7 dias na dieta, volto aqui e faço um post falando sobre. Não quero comentar nada por agora, pois nem sei se vou ser capaz de fazer algo direito, então é melhor não criar expectativas em ninguém.

     Esse mês eu comprei um tablet e o plano é postar aqui mais vezes, uma vez que posso levar ele para o trabalho e etc. Mas ainda não comprei uma capa para ele e por isso ainda o estou usando apenas em casa quando estou com preguiça de ligar o PC. Mas em breve eu pretendo me tornar mais próxima do meu blog, como já fui um dia. Sei que esse tipo de plano nunca dá certo, mas não me custa tentar.

     Amanhã a loja em que trabalho fechará durante o jogo. Já estou pensando no que vou almoçar para não me envolver nas gordices alheias. Queriam fazer uma vaquinha para comprar salgados e etc, eu não aceitei participar, pois detesto comer em grupo. Então nem sei o que eles irão fazer... Eu sei que vou procurar algo para comer... Não sei se levo abóbora, tomate cereja... Sei lá!

     Hoje é minha folga e ainda não comi, apenas tomei 2 canecas de café. Mas vou ver se como o salpicão de frango que minha mãe fez no domingo. Não quero que ele estrague e também é uma comida rápida, já que já está pronto.

     Acho que é só. Volto aqui em breve para atualizar sobre a possível dieta e etc.

     Até. ♥

Finalmente estamos no término de maio...

     Não sei se foi porque em abril eu estava de férias, mas o mês passado foi definitivamente melhor que maio. Maio foi meio estagnado para mim, claro que por minha própria culpa. Não posso culpar o mês em si, eu devo culpar à mim mesma pela minha estagnação. Mas ainda assim, que mês! Finalmente chegamos ao seu fim... Apenas mais dois dias e ADEUS maio! Que venha junho...

     Dia 6 de junho eu poderei destrancar minha matrícula da faculdade, assim poderei voltar para o meu curso, mesmo que dessa vez eu vá optar pelo módulo EAD, que é o ensino a distância. Além de ser um módulo mais barato, no qual eu economizarei 200 reais na mensalidade, eu continuarei tendo tempo para meus cachorros e não terei que passar o dia inteiro fora de casa, o que elevaria meu nível de estresse para MIL numa escala de 0 a 100...

     No trabalho eu tenho conseguido fingir calma e serenidade, mesmo quando a real intenção é matar um. Já comecei o mês irritada por estar voltando de férias, aí o fato de terem contratado um energúmeno para trabalhar na loja não ajudou para que eu me mantivesse calma de verdade... Por sorte ele não passou na experiência e demitiram ele, porque sério, que atraso de vida aquele rapaz... Por fim, essa coisa da gasolina, greve e etc também tem me afetado diretamente e por isso eu tenho estado mais ansiosa que nunca. Mas de qualquer forma, eu finjo bem ser alguém calma, ponderada e super controlada, logo está tudo bem.

     Por fim, meu emagrecimento tem permanecido tão estagnado quanto todo o resto. Mas amanhã eu recebo meu salário e espero voltar a fazer as coisas corretamente e voltar a eliminar peso. Não consigo me aceitar com esse corpo horroroso, então preciso me esforçar e me movimentar para mudá-lo.

     No momento é só... Eu peço desculpas por não aparecer mais com tanta frequência por aqui, mas não tenho estado muito inspirada para interagir nos últimos tempos. Sinto que voltei para aquela fase de me isolar e me distanciar aos poucos das pessoas. E não posso evitar, pois isso apenas faz parte de mim e o fato de eu me distanciar é algo que nunca pude controlar, pois apenas acontece e eu preciso respeitar esse meu lado mais solitário e não ficar me obrigando a socializar apenas para fazer média social. Já tenho que lidar com muitas interações impostas pelas minhas obrigações diárias, no meu momento vago eu não preciso me torturar com companhia alheia que só me estressa ainda mais.

     Espero que todos estejam bem! E quem não estiver, que esteja se esforçando para se manter estável, ao menos... ♥


Passeio na Liberdade e retomando o foco!

     Agora faltam apenas 3 dias para minhas férias acabarem. Ao mesmo tempo em que estou triste, estou feliz por finalmente voltar para minha rotina de comer uma vez por dia e nada de bebidas alcoólicas para ferrar com minha dieta. Estou com quase 70 kg e não posso me deixar voltar para a casa do 7! Por isso, venho planejando minha retomada de foco já faz tempo. Sábado eu fui em um barzinho e bebi bastante, porém tendo em mente que seria a última vez, como uma despedida de férias. De lá eu fui para a Liberdade, em São Paulo. Como eu amo aquele lugar! Gasto horrores sempre que vou ali, por não querer me controlar mesmo. xD Afinal, eu quase não gasto meu dinheiro com coisas levianas, então quando vou na Liberdade, sempre me dou o direito de não passar vontade de nada.

     Pensando no meu retorno ao foco máximo, eu comprei algumas coisas na Liberdade para servir de auxílio na minha dieta. Comprei um caderno (amo cadernos), comprei suco com semente de chia (sou viciada nesse suco e sempre que vou na Liberdade eu compro no mínimo 10 garrafinhas), comprei gelinho (adoro tomar gelinho quando estou de dieta), comprei aquelas gelatininhas que vem num copinho (por terem poucas calorias e ajudarem bastante quando a ansiedade ataca e você quer comer alguma coisa) e por fim, comprei balinhas e chicletes. Eu teria comprado muito mais coisas, porém o suco pesa demais e teve uma hora em que eu simplesmente não conseguia mais carregar nada! Eu não tirei foto de tudo que comprei, mas tirei das coisas que citei aqui. Então vou mostrar para vocês, quem sabe se algum dia forem lá, não queiram experimentar o suco. :3 Ele não é sem açúcar e nem de baixa calorias, porém é gostoso e tira muito a vontade de comer besteiras. Como eu costumo comer apenas no almoço no trabalho, ás vezes chega de noite na hora de ir embora e me dá muita fome, é nessas horas que tomo um pouco desse suco e geralmente demoro uns 2 ou 3 dias para acabar com uma garrafinha. xD

   







      Ok. Eu nunca posto fotos, então não sei se vai ficar tudo organizadinho no post. Se ficar um lixo, eu já peço desculpas. Mas achei bacana a ideia de compartilhar um pouco com vocês as coisas que costumo comprar e etc. Essas coisas me ajudam muito a manter o foco...

     Para encerrar, preciso comentar sobre meu café da manhã de hoje. Normalmente eu não como pela manhã, como já comentei aqui diversas vezes. Até porque se eu como só uma vez por dia e na hora do almoço, é meio óbvio que não como em outro momento... Me desculpem pelas voltas que tenho dado para escrever. Mas nos últimos tempos eu não tenho conseguido ser tão objetiva quanto já fui um dia... Em fim! O ponto é que nessas férias eu acabei me dando ao luxo de comer pela manhã, mas hoje eu consegui comer algo saudável. Acabei tomando uma caneca de café e comendo panqueca de banana (aquela que você faz com uma bana, dois ovos e só), eu decidi colocar um pouco de aveia e canela também. Ficou tão boa! Pretendo tomar um açaí mais tarde e encerrar o dia com uma caneca de café. Estou querendo fazer alguma dieta específica, pois já faz tempo que não faço nenhuma e ás vezes é bom se mostrar capaz de fazer uma dieta até o fim. Fazer minha própria dieta é tão fácil que não costumo mais chamar de dieta e sim de hábito alimentar...  Quero me arriscar um pouco, mas sem ser extrema para não ter compulsão. Meu medo de dietas prontas é sempre acabar tendo uma compulsão...

     Enfim! Acho que já escrevi além da conta e nem sei se ainda tem alguém lendo esse post. xD Pretendo voltar aqui em breve e aí comento com vocês se realmente comecei alguma dieta específica ou continuei do meu jeito. Também atualizo o peso e as metas com datas estabelecidas. ^^

     Ah, sim! Antes de encerrar, só preciso comentar antes que eu esqueça! Esses dias fiz exame cardiológico (primeira vez na minha vida que passo em um cardiologista) devido umas arritmias que andei tendo e enfim... No final me mandaram fazer exame de sangue também, o que achei bom pois tinha anos que não fazia. Acreditem se quiserem, mas meus exames de sangue deram tudo ok. Nada faltando e nada sobrando. Cálcio perfeito, potássio e ferro também, colesterol, triglicérides e afins, perfeitos! Adorei isso, pois minha mãe sempre me encheu o saco por eu só comer legumes e etc, dizendo que eu ia ficar com anemia e essas coisas que todos leigos no assunto "alimentação" dizem. A verdade é que eu sempre soube que ficar sem comer acaba te ferrando sim, mas você balancear os legumes, verduras e frutas que come, não. É possível ser saudável comendo essas coisas. Quanto a arritmia, o médico disse que eu provavelmente tenho ansiedade e que seria bom investigar e etc. Mas não vou. Afinal, quem não é ansioso em pleno século XXI? Quem não é, um dia será e esse é um mal com o qual precisamos aprender a lidar. Eu prefiro lidar com isso sozinha e do meu jeito, então nada de médicos tão cedo.

     Agora sim! Eu paro por aqui e vou visitar seus blogs! Que todos tenham um ótimo início de semana e de mês também! Que maio seja mil vezes melhor que abril e que possamos alcançar nossos objetivos, mesmo que seja devagar e seguindo um dia após o outro. ♥

Lugares por onde andei...

     Durante minhas férias meu corpo mal saiu de casa, mas minha mente foi para vários lugares. Alguns dias eu me perco no sono e durmo por horas, o que não fazia há muito tempo, pois quando estou trabalhando, eu não costumo dormir por mais de 5 horas por noite. Na realidade, quando eu durmo 5 horas, considero que dormi bastante. Estou acostumada com 3 ou 4 horas de sono, isso quando não viro por dois ou três dias seguidos, então... Mas onde eu estava mesmo? Afinal, o foco não era falar sobre meu sono... Ah, sim! Os lugares por ande andei, mesmo que só em minha mente... Eu viajei no mundo dos jogos, passando horas jogando no computador e me esquecendo do mundo lá fora. Viajei na leitura de alguns livros também, afinal, tenho uma caixa organizadora cheia de livros que comprei e nunca li... Enfim. Tudo isso é só para dizer: minhas férias estão sendo pacatas, porém bem aproveitadas da minha maneira.

     O peso subiu. Saiu dos 67 kg e chegou aos 69 kg. Hora de voltar a tomar jeito, antes que eu retorne para a asquerosa casa dos 70 kg! Dos 70 para os 80 são apenas 10 kg, então vou tomar jeito antes de voltar para a estaca zero do ano passado: 84 kg. Que nojo.

     Sexta-feira fui em um churrasco, e por mais que eu tenha comido apenas dois cubinhos de frango assado, a quantidade de cerveja foi exorbitante: mais de 6 latinhas, e sabemos como cerveja engorda. Se não bastasse, no sábado fui em uma balada na Augusta, tomei mais algumas cervejas, Smirnoff Ice, 2 doses de Baileys... Não é por nada que hoje estou com 69 kg. Mas não posso reclamar, fiquei bastante tempo nos 67, que mesmo estando longe de ser o peso que eu almejo, ainda assim é um milagre eu estabilizar em um peso na casa dos 60 kg por tanto tempo. Sou uma sanfona, então...

     Ok. Bebedeira feita, agora é hora de retomar as rédeas da situação, pois já retorno de férias dia 03/05 e me recuso voltar mais gorda do que quando sai, mesmo que seja "só" 2 kg para mais. No final das contas, não é novidade que em nosso mundo, meio quilo mais gorda já equivale ao fim do mundo. Quem dirá 2 kg!

     Planos da semana? Uma refeição por dia e muito líquido para ver se eu desincho devido as bebidas do final de semana. No mais? É só isso mesmo. Demorei para vir aqui por isso. Nunca tenho muito o que contar, então encher o saco para que? É melhor ficar aqui na minha e postar apenas esporadicamente, para dar sinal de vida.

     Ótima semana para vocês. ♥

Mais do mesmo de sempre.

      Eu deveria ter feito dois posts mês passado. Mas o tempo correu e quando fui ver já era março. Era para eu postar no começo do mês, mas quando fui ver, já tinha passado metade de março e nada de eu escrever algo. Qualquer coisa que fosse... Os planos se resumiam em postar aqui três vezes esse mês. Para compensar o post do mês passado e mais dois posts que é a meta desse ano: postar duas vezes por mês. 

     Enfim. Eu tinha conseguido ficar 60 horas seguidas sem fumar. Algo como 2 dias  e meio quase... Mas estraguei tudo hoje ao comprar um maço de cigarros. Quem sabe da próxima vez que eu tentar, eu consiga ficar mais tempo...

     O peso continua o mesmo. Ainda não me pesei essa semana por estar menstruada. Vou esperar esse período passar e depois que me pesar atualizo certinho aqui.

     Não vejo a hora de chegar abril para sair de férias e me afastar do trabalho por um mês.

     No mais, estou sem nada para contar.


     Até.

67,300 kg.

     Mesmo peso de 11/10/2017.

     Estranho ter engordado (pois estava com 65 kg) e ainda assim minha calça 42 estar mais larga que antes. Acho que a calça estragou na última lavagem, ou está ficando desgastada, aí ela começa a lacear... É bem possível. Afinal, eu estou saindo do ciclo menstrual hoje. Logo, é fato que estou mais gorda.

     Preciso voltar a emagrecer se quero realmente chegar aos 50 kg esse ano. Mas é engraçado dizer isso com tanta convicção ao mesmo tempo em que bebo uma cerveja... Sinceramente, eu não vejo mais sentido em chegar aqui e ficar falando as mesmas coisas de sempre. Os últimos posts foram apenas isso: eu dizendo que devo emagrecer, parar de beber e de fumar. Esse é o último post que falo sobre isso. Pois cansei. E mesmo que sinta que não tenho muito a dizer além dessas mesmas malditas coisas, prefiro então não dizer mais nada. Ou apenas chegar aqui e fazer meus 2 posts por mês com qualquer conteúdo e pronto. Mas não falarei mais sobre isso. Que esteja dito.

     Essa semana eu vou tentar fazer tudo direito. Apenas comer no almoço, como costumo fazer. Apenas legumes com no máximo ovo ou alguma carne básica... Mas sem besteiras, porque dessa forma eu acabo voltando para os 70 kg num piscar de olhos e é óbvio que isso é o que menos desejo...

     Acho que é só. No mais, apenas tenho trabalhado, assistido Netflix vez ou outra, escutando música no restante do tempo em que não estou dormindo ou jogando. É apenas isso que faço no meu tempo livre...

Antes que termine o mês...

     Eu precisava postar uma vez mais antes do mês terminar. Uma das minhas metas desse ano é postar ao menos duas vezes ao mês. Então me obriguei a aparecer por aqui outra vez.

     Esses dias eu não tenho me empenhado muito na dieta. Isso não significa que estou comendo mais que antes, apenas significa que não tenho escolhido muito bem o que comer. Preciso retomar a dieta para voltar a emagrecer, pois estagnei nos 65,200 kg/66,400 kg, o peso nunca sai disso e eu sei os motivos. Se eu voltar a focar na dieta, volto a emagrecer, simples.

     Antes de me deitar vou tomar vinho. Tenho bebido mais que antes. Beber engorda e por isso preciso parar com isso. Estou pensando seriamente em procurar um médico para conseguir parar de fumar também... Mas é complicado. Para isso eu tenho que estar 100% determinada a parar com o cigarro. E atualmente eu estou bem 50%... Quando meu maço está cheio até chegar ao final, faltando uns 4 cigarros para acabar, eu sempre digo: "Quando esse maço terminar, não comprarei outro e vou parar de fumar.", mas assim que ele acaba é tipo: "Ok. Acho que vou comprar só mais um maço, mas depois desse é certeza que eu paro! Promessa!", e o mesmo se segue já faz um bom tempo. Ou seja, quando eu tenho cigarros, eu quero parar de fumar, mas quando não os tenho, eu os quero... Queria que fosse mais simples. Querer algo definitivamente ou não querer definitivamente também. Ponto. Eu sou tão 8 ou 80 para a maioria das coisas, mas para o que realmente importa eu sou sempre "nem lá, nem cá". É ridículo. Eu já disse que pararia de beber também... Umas mil vezes. E comecei esse parágrafo dizendo o que? Que daqui a pouco vou beber! É um absurdo...

     Enfim. Vou retomar o foco amanhã. Pois esse ano eu tenho que chegar aos 50 kg! Menos 15 kg é a meta de 2018. Ano passado eliminei quase isso... Comecei com 82/84 kg, se me lembro bem, e terminei com 65,200 kg. Eliminando um pouco mais de 15 kg. Então acredito que seja possível repetir o mesmo esse ano. Só depende do meu esforço.

     Até.

2018

     O ano começou e eu nem percebi. Quero dizer, eu sabia que era 2018, mas não me sentia e ainda não me sinto como se estivesse realmente aqui. Tenho passado pelos dias me arrastando. Não quero dizer de maneira sofrida, pois não sofro. Mas sim de maneira cansativa e exaustiva. Eu não consigo fazer nada além de trabalhar - e não porque trabalho demais, mas sim porque trabalhar já exige demais do que consigo dar. Quando estou em casa, só quero ficar deitada, com meus cachorros. Mas eu me forço a ler e a jogar, pois são coisas que eu supostamente amo fazer.

     A dieta hoje deu adeus, pois comi besteiras e bebi mais de 4 cervejas e ainda estou bebendo enquanto escrevo esse post. Minha folga acabou (eu folgo toda sexta-feira). Hoje já tenho que ir trabalhar. Fiquei sabendo por uma mensagem no Whatsapp que um novo gerente chegou. Estava na hora, pois desde Outubro/Novembro que a loja está sem gerente. Espero que ele não seja bunda-mole e tenha um mínimo de pulso firme para cortar as asas de funcionários que costumam fazer corpo mole.

     Amanhã será um novo dia. Espero seguir a dieta direito amanhã. Também espero conseguir tomar banho e lavar o cabelo. Mas essa última parte é a mais fácil de cumprir, já que não me deixo ir trabalhar com a aparência comprometida pelo meu desânimo. Afinal, eu trabalho com o público e tenho que manter as aparências. Espero dar um jeito nas coisas esse ano, sabe? Não por ser "um novo ano", mas sim porque já deu a hora há muito tempo atrás de eu dar um jeito nisso... Quero dizer... Voltar para a faculdade, voltar a fazer as unhas (hoje em dia eu apenas corto elas e ás vezes tiro a cutícula, mas só quando já está feia mesmo), ou o mais importante: voltar a tomar banho todos os dias. Eu sei que vocês devem estar como "nojinho" por ler isso, mas que a verdade seja dita de uma vez por todas. Há quase 4 anos (isso se já não tiver completado 4 anos, não sei, pois evito contar o tempo de derrota) eu não consigo mais tomar banho todos os dias. Tomo hoje, depois não tomo, aí tomo de novo, depois não tomo outra vez... E por aí vai. As pessoas que moram comigo simplesmente nunca tocaram nesse assunto e aceitaram o fato como "mais uma das tantas manias da Roxy". É assim que eles chamam tudo... Quando eu era mais nova e minha mãe me pegou forçando o vômito, ela deu aquela "surtada" típica de algumas mães, mas depois preferiu chamar de mania. Assim como hoje em dia define minhas dietas e restrições alimentares: manias da Roxy. Ela chama meu vício em cigarro de mania também...

     Parecer soar melhor, não é? Mania de fumar x Viciada em cigarro. A palavra "vício" é feia e denota fraqueza. Você é fraca por possuir dependência em algo. Seja o que for. Dizer que você sente tanto desânimo ao ponto de não conseguir nem tomar banho todos os dias, pois isso exige um esforço bem grande da sua força de vontade (que é quase equivalente ao nada, é nula), que você não está disposto a se esforçar tanto assim... Desânimo x Falta de vontade/Preguiçosa. Parece ser mais digno me assumir como uma preguiçosa e dizer que deixo de fazer certas coisas porque simplesmente não quero e prefiro procrastinar, ao invés de dizer que me sinto tão derrotada, cansada, sem energia, desanimada, quebrada, apática... Enfim... Assumir que não faço certas coisas porque elas simplesmente exigem mais de mim do que posso oferecer nesse momento e nos últimos mais de 3 anos que se passaram. É como se eu fosse me tornar pior do que já sou caso assuma isso para alguém. E sim, eu estou assumindo certas coisas aqui, mas aqui não é minha vida real. Por mais que eu relate minha vida por aqui, eu não me comporto completamente igual a como me comporto no mundo "real". No mundo real eu vivo de aparências. E desde que as pessoas não saibam de nada e/ou consigam ignorar certas "manias" minhas, estará tudo bem. O que narro e assumo nesse blog não causa impacto na minha vida. Por isso não tem problema assumir certas coisas por aqui...

     Enquanto isso, eu vou me afundando como eu posso dentro de mim mesma, para que ninguém do lado de fora seja obrigado a lidar com "isso" que eu sou. "Isso" que me tornei. Eu, ao contrário do que muitas pessoas afirmam sentir sobre si mesmas, reconheço à mim mesma quando olho no espelho. E é aí onde mora o meu problema. Quando você vê merda refletida diante do espelho, mas não reconhece o que vê, você logo assume aquela imagem como não sendo você e sendo algo que te consumiu, mas que não define sua real essência, talvez porque ainda reste um pouquinho de ti lá dentro e você imagina que possa retomar o controle sobre si algum dia... Agora, quando você observa a mesma merda refletida no espelho, mas reconhece tal imagem como sendo você mesma, você assume que é merda. O bom de saber o que se é, é que você também pode mudar, assim como no primeiro caso que citei. O único problema é fazer sua cabeça entender que você pode ser melhor do que merda. Você DEVERIA ser melhor. Sua obrigação era ser uma pessoa melhor do que isso que se tornou. Vocês entendem onde quero chegar, não entendem? Eu posso ser uma merda, mas não preciso morrer sendo assim, ok? Eu posso melhorar. Mas eu preciso querer ser alguém melhor e ás vezes ser uma má pessoa apenas parece mais fácil, mais simples, do que ser melhor. Provar que posso ser mais do que bosta exige mais energia e empenho da minha parte...

     Enfim... Que o 2018 de vocês seja um bom ano. De coração, isso é o que desejo-lhes. Quanto a mim? Eu estou muito bem, obrigada. Aliás, continuo caminhando com minhas próprias pernas, não? Sempre em frente. Afinal, o que importa é emagrecer e trabalhar. Enquanto eu puder e conseguir trabalhar nessa vida, eu estarei bem. Pois posso me manter e ser autossuficiente. Não dependo de ninguém. Isso é bom. Isso é ótimo. Pois se tem algo que eu aprendi na vida é que: você pode ter todos os problemas do mundo e se sentir um pedacinho de merda, mas enquanto puder funcionar em sociedade, seja trabalhando, estudando ou fazendo aquilo que é o mínimo que todos esperam de ti e de qualquer outra pessoa introduzida na sociedade convencional na qual vivemos, estará tudo bem. De verdade. Só você vê o problema. E enquanto só você estiver vendo o problema, é porque não é importante. Talvez, nem haja problema algum... É apenas coisa da sua cabeça. Mantenha a mente ocupada e tudo permanecerá "ok".

Tudo outra vez...

          Em fevereiro desse ano, completou um ano que estou desempregada. E, essa é a última vez que vou falar sobre isso, mas espero não r...