sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Saindo da casa dos 80 kg pela milésima vez.

     Olá.

     Estou passando só para atualizar as notícias.

     Minha mãe e minha irmã voltaram para casa já faz umas duas semanas (eu acho). Continuo fazendo a reforma na minha futura casa e meu pai está colocando os pisos para mim. Até domingo deve terminar e aí começa o processo de arrumar as paredes. É bom ressaltar que estou reformando apenas um cômodo da casa, para poder me mudar logo. Aí com o tempo eu vou reformando o restante da casa... Em um próximo post eu entro em mais detalhes sobre isso. Agora estou pelo celular e detesto digitar por aqui...

     Agora sobre minha alimentação. Retomei a dieta já faz alguns dias (antes só estava tentando comer pouco). Me pesei hoje para poder atualizar aqui e estou com 75 kg. Ainda é muito e eu já pesei isso umas milhões de vezes, mas pelo menos não são os tão terríveis e desagradáveis 80 kg que via no começo do mês passado... Queria chegar aos 70 kg no final desse mês, mas não me impus meta nenhuma. Minha única meta é continuar comendo pouco e manter o controle. Hoje por exemplo, eu tomei uma caneca de café de manhã, depois comi 500 gramas de uva sem semente na hora do almoço no trabalho e mais 400 ml de café. E foi só isso hoje.

     Enfim... Nunca disse que minhas dietas eram "corretas". Mas é assim que eu emagreço e é assim que eu gosto que seja: comer pouco, apenas o necessário para me manter em pé e com saúde. Não como por prazer (isso eu faço apenas nas fases de descontrole). Como para viver e ponto final. Sei que as pessoas não apoiam isso, mas nunca pedi por apoio. Apenas peço que as pessoas compreendam que esse é meu jeito de fazer as coisas e é assim que será pelo tempo que EU quiser. Não devo nada para ninguém, apenas para mim mesma.

     Obrigada por passarem por aqui. Vou tentar comentar nos blogs o mais rápido possível. Mas a ausência de tempo e o tanto para se fazer é sufocante...

     Tenham um ótimo mês. Eu desejo que Agosto seja tão bom para vocês quanto espero que seja para mim. ;*

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Voltando como prometi.

     Olá. 0/

     Demorei um pouco para voltar aqui novamente, mas é que não sei o que escrever. Tudo parece tão desnecessário e fútil, que escrevo um texto enorme e depois apago tudo. Vou tentar resumir em poucas linhas os meus planos para daqui até o final do ano.

     Saquei meu FGTS e espero quitar minhas dívidas (a do banco e meu celular) até o mês que vem. Decidi que vou me mudar de casa... No terreno onde moro, há três casas: a que eu moro com minha mãe e minha irmã (que atualmente estão morando na casa da minha vó por tempo indeterminado), a casa da frente onde meu pai mora e, por último, a casa ao lado, que está vazia. O terreno todo é do meu pai e da minha mãe, então eu não pagaria aluguel. Apenas teria que fazer algumas reformas na casa, como colocar piso, azulejo, pintar algumas paredes, colocar uma pia ali, um vaso sanitário aqui... Enfim, coisas básicas e nada do tipo "quebrar paredes" e "demolir cômodos"... Em suma, meu objetivo atual é: reduzir o máximo das minhas dívidas quitando elas e depois economizar o máximo aqui em casa, desde energia até a comida...

     E falando em comida, não se pode deixar de falar da dieta que não existe. Eu tenho comido pouco, porém de forma errada. Apenas comidas rápidas e que provavelmente não estão me engordando (pois sei disso pelas minhas roupas, quando engordo um quilo eu já percebo de imediato), mas também não estão me emagrecendo. E eu TENHO que emagrecer ainda esse ano, pois não posso mais continuar vivendo obesa dessa forma. Deveria aproveitar que agora estou sozinha e sem gente se metendo na minha vida para fechar a boca de vez, mas... Sei lá... Eu me sinto muito ridícula por comer a comida daqui de casa apenas para não jogar fora. Tive sorte de nunca ter passado necessidade na vida, mas ainda assim, eu não consigo jogar comida fora só por não querer mais comer... Só jogo comida fora se estiver vencida e estragada.

     Enfim... Meus planos é continuar comendo pouco para pelo menos não engordar, até a comida que tem aqui acabar. Deve durar no máximo até o final do mês, eu espero... Aí poderei passar a comprar apenas aquilo que vou comer de imediato. Nada de ter comida sobrando em casa! Isso só faz com que a gente coma além do necessário...

     No final do mês eu me pesarei apenas para saber com quantos quilos estou atualmente, aí volto aqui e atualizo sobre isso e também sobre a construção da nova casa...

     Beijos e até. ;*

terça-feira, 20 de junho de 2017

Não quero dar notícias chatas, mas isso é tudo o que tenho.

     Olá!

     Eu fiquei um tempo considerável sem postar, novamente... Mas isso foi só porque eu não tinha (e continuo não tendo) coisas boas para contar. Mas como não quero desaparecer daqui, vim dar um update sobre o que estou passando atualmente e só...

     Faz uma semana que minha mãe se mudou temporariamente para a casa da mãe dela e isso fez com que a K (minha irmã) ficasse mais lá do que aqui em casa. Até aí sem problemas, pois sou bem acostumada com a solidão e estar sozinha não me incomoda nada, pelo contrário, me traz mais paz e sossego, pois conviver com pessoas é complicado e prefiro estar sozinha com meus cachorros... O problema é que as contas de casa não são apenas minhas e eu tenho 5 cachorros para criar e dar de comer. "Ah, Roxy! Mas quem mandou ter 5 cachorros?", pois bem, eu não fui a única que os quis, porém atualmente (não apenas essa semana, isso já vem acontecendo por mais de um mês) sou a única que tem cuidado e me importado com eles, pois se eu não fizer isso, quem fará?
     Enfim... Vocês não têm nada com meus problemas banais e não quero enchê-las sobre isso... Só estou comentando mesmo para que vocês saibam como está minha situação atual. Estou zerada de dinheiro... Zerada mesmo. Nem o cartão de crédito possui mais saldo. E eu sou uma pessoa que sempre se preocupou muito com as contas e dinheiro... Sou daquelas malucas que fazem planilhas sobre as finanças e etc. Gosto de me organizar e isso funcionou por um tempo, mas não tem mais funcionado, pois algumas contas não são apenas minhas e sem a parte financeira alheia, eu não pago algumas contas e... Enfim, vai virar uma bola de neve, mais cedo ou mais tarde... Vou esperar o mês que vem para ver como as coisas irão prosseguir, mas dependendo, vou fazer alguns cortes aqui em casa e foda-se quem achar ruim , pois se quer gastar, precisa pagar. Simples assim. E se não estão pagando, eu vou fazer cortes para que eu possa pagar sozinha as contas e ponto. "Mas Roxy... É uma questão de dialogar com as pessoas que moram com você." Não existe tal possibilidade. Já tentei conversar com a K. e ela sempre acaba surtando e dando uma de irritadinha, gritando e falando alto feito louca como se tivesse alguma razão, sendo que só o fato de uma pessoa ter que gritar para se impor já faz com que ela perca toda a razão. Se essa pessoa não paga as contas e não lida com as próprias responsabilidades, ela perde a razão ainda mais. "Então fala com sua mãe". Como se eu não tivesse tentado... Ela só sabe dizer que "Eu brigo e encho o saco da minha irmã a toa" e que "Eu me preocupo com muito pouco". Pois bem, para mim meus cachorros e minhas contas não são "pouca coisa" ou "coisas banais" das quais não mereçam minha atenção, e por isso desisti de falar com elas e tentar dar meu próprio jeito de tomar as rédeas da situação...

       Ok... Chega desse assunto. Isso são picuinhas de família e ninguém pode fazer nada em relação a isso. Agora, a dieta... Pois bem, no começo do mês eu comecei com força total, fiz 13 dias direto de dieta, que consistia em comer verdura, chá e café... Funcionou por 13 dias. Depois eu me descontrolei e aqui estou eu, tentando retomar as rédeas da situação, porém sem sucesso até o momento. Não é novidade que quando estou equilibrada mentalmente a dieta segue perfeitamente. Mas quando ocorre o contrário, também afeta a dieta. Pretendo me reequilibrar até o final do mês para que em Julho eu comece com a corda toda e consiga mantes a dieta por pelo menos 1 mês seguido. Não me pesei, pois a meta era me pesar apenas no final desse mês para ver se a dieta tinha funcionado. Como matei a dieta, desisti da possibilidade de me pesar também. Enfim...

     Para finalizar, sobre o trabalho... Por lá as coisas andam bem, tenho me entendido bem com o pessoal e sinto que posso crer numa estabilidade financeira e profissional estando lá. Recebo meu salário uma vez por mês, sempre no último dia útil. Mês que vem, mais especificamente no dia 14, tenho também meu FGTS para sacar e tenho alguns planos financeiros para colocar em prática e assim estabilizar minha minha atual situação monetária. No final do mês, quando tiver meu salário em mãos, eu venho aqui para contar sobre esses planos. No momento, prefiro esperar para ver se tudo vai ocorrer como o planejado.

     Enfim... Acho que era "só" isso. Perdão por encher aqui com essas baboseiras, mas é apenas o que tenho para contar.

     Espero que estejam bem. *-* Desejo um ótimo final de mês para todos e agradeço por aqueles que não me esqueceram e ainda passam por aqui, à espera de minhas tolas e desinteressantes notícias. Muito obrigada. ♥

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Blá blá blá ♥

     Olá.

     Se eu esperasse mais 2 dias para postar, faria 2 meses que não dava a cara por aqui, então resolvi aparecer hoje. Mesmo que a vontade seja zero e as novidades quase nulas. Ou melhor, eu até devo ter algumas coisas para contar, mas quase nada de bom...

     Consegui criar vergonha na cara e mandar meu celular para arrumar... Não demorou nem uma semana para arrumarem ele... Achei bem rápido o trabalho da assistência técnica da Motorola. E o melhor de tudo, o celular voltou realmente funcionando bem. Oras... Eu sei que isso é o mínimo que esperamos de uma assistência técnica, mas no mundo de hoje, parece que até desejar o óbvio é pedir muito, então... Fico definitivamente feliz por ele ter retornado funcionando.

     Agora que já falei do celular, vamos falar do trabalho e da comida. O trabalho tem ido muito bem, nada além do que se deve esperar de um ambiente de trabalho: estresse, pessoas irritantes, cansaço... Enfim. Isso é trabalhar para mim, ou ao menos é o que sempre foi desde os meus 17 anos. Eu trabalho para ter meu salário no final do mês e ponto final. Claro que almejo um dia voltar e terminar a faculdade para trabalhar com algo que eu goste, mas no final é isso: trabalhar para ter dinheiro para se manter nesse mundo sem depender de familiares e não ser um peso morto para ninguém. Até o momento, tenho conseguido atingir o objetivo de não ser um peso morto para os outros... Ponto para mim! lol

     Por fim, o pior assunto de todos: a comida... Céus! O que eu tenho feito?! Eu tenho comido apenas besteiras e tenho comido MUITO! Muito mesmo! É vergonhoso para mim admitir isso aqui, mas é a verdade. Eu tenho comido para caralho... E isso está longe de ser bom. Pelo contrário, é um dos motivos pelos quais eu me sinto uma bosta. Mas o mais engraçado é que eu só como fora do que julgo como "aceitável" quando estou me sentindo uma merda... Porém, vejam que não faz muito sentido: eu me sinto uma bosta, aí como porque estou no fundo do poço e me sinto mais bosta ainda por estar comendo (???)... Qual o sentindo nisso? Nenhum, eu sei. Mas é o que tenho feito (e sei que várias outras pessoas fazem isso, mas não me importa, pois eu não sou os outros e não deveria estar comendo tanto)... Claro que é óbvio o porque de eu comer: todos sabem que algumas pessoas (principalmente as obesas como eu) sentem prazer no ato de comer algo considerado saboroso, por isso comem quando estão na merda, para sentirem algum prazer nessa vida bosta. Mas acaba que depois de comer, você se sente culpada e todo aquele blá blá blá que já sabemos. Como acabar com esse problema? Oras! Basta procurar saber o que está te impulsionando a comer tanto... Estresse? Tristeza? Vazio? Foda-se... A verdade é que mesmo que você saiba o que está te fazendo comer tanto (no meu caso seria o vazio - só da alma mesmo, porque o estômago, tem estado mais cheio do que deveria, não é mesmo, Roxy?), isso não basta para te fazer parar de comer. Você precisa encontrar uma outra maneira de lidar com o sentimento que te impulsiona a comer... Como já falei que no meu caso é o vazio, a solução seria preencher esse vazio com outra coisa que não fosse o ato de comer... Ou talvez, quem sabe, encontrar a origem desse vazio e tentar lidar com o que seja lá que fosse, certo? Pois bem... Parece fácil, mas não é. Não quando você não encontra a razão desse vazio e nem mesmo esse tal de prazer em mais nada... E por favor, que fique bem óbvio que não me orgulho de estar contando tudo isso para vocês hoje. Mas o que mais posso dizer se não a verdade? Eu tenho evitado vim aqui exatamente por não querer e achar desnecessário contar essas porcarias para vocês, mas... A verdade é que se não fosse para contar isso, eu continuaria sem postar por aqui, pois o que mais poderia dizer? Mentiras como "Está tudo mil maravilhas! Estou muito feliz e contente com minha vida! Ela está perfeita!"??? Não... Não tenho porque mentir... Não devo minha felicidade para ninguém, então posso e tenho todo o direito de admitir que estou uma bosta, ao menos por aqui. ♥ Fora daqui, eu até continuo fingindo que estou ótima e que minha vida é perfeita do jeito que está. Mas não porque acredito que eu deva algo para essas pessoas, mas sim porque não acho que elas mereçam saber o quão... O quão NADA eu me sinto. É algo muito íntimo meu e ninguém fora desse blog sabe disso. Ótimo! Que continue assim, obrigada. ♥ Não quero que me conheçam. Qunto menos souberem de mim fora daqui, melhor para mim.

     Enfim... Não estou aqui hoje para fazer planos e nem para receber comentários de motivação, já que nada disso vai adiantar comigo. Só estou aqui para dar sinal de vida mesmo... Já que não acho legal sumir e desaparecer sem nem ao menos ter um mínimo de consideração com quem perdeu/perde seu tempo aqui... Mas também quero lhes dizer que isso é só uma fase. Eu logo vou me reerguer e voltar a focar no meu emagrecimento. Uma vez eu já me preenchi com o vazio da fome e posso voltar a fazer isso novamente. É só eu voltar a buscar o prazer no ato de obter o controle sobre a comida e no vazio do meu estômago, ao invés de encontrar o prazer no ato de comer, como tenho feito...

     É isso. Muito obrigada por passar por aqui... Espero que estejam bem ou pelo menos que estejam conseguindo seguir com a vida, assim como eu tenho seguido com a minha, por mais bosta que ela seja. ♥

domingo, 12 de março de 2017

Apenas atualizando.

     Olá!

     Demorei um pouco para passar por aqui, mas foi mais por falta de vontade mesmo de dar as caras. Minha vida continua na mesma: apenas trabalhando e comendo. É só isso que tenho feito nos meus dias...

     Não quero reclamar da vida por aqui. Nunca fui de reclamar da minha vida para as pessoas ao meu redor e agora já faz um tempo que nem virtualmente eu reclamo mais. É inútil. Perda de tempo. Por isso fico por aqui.

     Ah, sim! E o mais importante... Eu passei por aqui para dizer que os 3 meses de experiência no trabalho acabaram dia 07 agora e eu passei, assim como todos os outros que foram contratados juntos comigo. Então, muito obrigada para quem torceu por mim, pois sei que muitos por aqui me desejaram boa sorte. ♥


PS: e estou sem celular outra vez! O meu novo pifou e não liga mais... Agora preciso levar ele para a assistência técnica e etc. Mas estou enrolando para fazer o que preciso... Acho que segunda-feira consigo fazer isso!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

75 kg.

     Olá!

     Como o título diz, eu me pesei ontem e tive uma surpresa... Mesmo após meus dias de descontrole, mantive os 75 kg. Como isso é possível? Não sei... Só sei que saber disso bastou para eu acordar enquanto ainda é tempo e tentar retomar minha dieta, antes de voltar para os 80 kg.

     Estou em uma dieta onde o objetivo é apenas não ultrapassar as 600 kcal diárias. E claro, não comer fritura, pão e essas coisas que já costumo tirar quando estou de dieta. Em suma, para essa semana eu tenho Nesfit (biscoito integral tipo Clube Social) e barra de cereal NUTS, que é muito boa por sinal. E claro, meu café de cada dia... Além de muita água. Não estou consumindo mais de um pacotinho de Nesfit, pois sei que tem sódio e é bom não abusar.

     E assim vou seguindo... Talvez semana que vem volte com meus legumes. Mas o importante agora é eu manter o controle e ficar longe de coisas que desencadeiem uma compulsão.

     Muito obrigada por sempre estarem por aqui. Estou tentando ficar em dia com todos os blogs, mas o trabalho consome muito do meu tempo. Esse post inclusive eu estou fazendo pelo celular, na hora do meu almoço, então me perdoem caso encontrem muitos erros ortográficos.

     Tenham uma ótima semana!

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

...

   Sei que sumi um pouco daqui e principalmente dos seus blogs. Mas eu simplesmente não tenho suportado nem a mim esses dias. Estou menstruada, e durante esse período eu simplesmente fico com vontade de dar um mergulho de cabeça em um muro, para ver se apago de vez. Na verdade eu sempre tenho essa vontade. Mas durante esse período ela se torna bem maior, quase incontrolável.

     De qualquer forma, não estou aqui para reclamar. É sim para dar sinal de vida. Tenho comido descontroladamente... Em uma briga entre o bom senso e a compulsão. Como o nome já diz: compulsão. É um impulso involuntário e no final essa merda sempre vence. Estou tentando retomar o controle antes que seja tarde, mas está difícil.

     Espero voltar semana que vem com boas notícias. Hoje quando chegar em casa de noite, pretendo passar nos blogs e comentar. Obrigada por nunca me esquecerem.