segunda-feira, 30 de abril de 2018

Passeio na Liberdade e retomando o foco!

     Agora faltam apenas 3 dias para minhas férias acabarem. Ao mesmo tempo em que estou triste, estou feliz por finalmente voltar para minha rotina de comer uma vez por dia e nada de bebidas alcoólicas para ferrar com minha dieta. Estou com quase 70 kg e não posso me deixar voltar para a casa do 7! Por isso, venho planejando minha retomada de foco já faz tempo. Sábado eu fui em um barzinho e bebi bastante, porém tendo em mente que seria a última vez, como uma despedida de férias. De lá eu fui para a Liberdade, em São Paulo. Como eu amo aquele lugar! Gasto horrores sempre que vou ali, por não querer me controlar mesmo. xD Afinal, eu quase não gasto meu dinheiro com coisas levianas, então quando vou na Liberdade, sempre me dou o direito de não passar vontade de nada.

     Pensando no meu retorno ao foco máximo, eu comprei algumas coisas na Liberdade para servir de auxílio na minha dieta. Comprei um caderno (amo cadernos), comprei suco com semente de chia (sou viciada nesse suco e sempre que vou na Liberdade eu compro no mínimo 10 garrafinhas), comprei gelinho (adoro tomar gelinho quando estou de dieta), comprei aquelas gelatininhas que vem num copinho (por terem poucas calorias e ajudarem bastante quando a ansiedade ataca e você quer comer alguma coisa) e por fim, comprei balinhas e chicletes. Eu teria comprado muito mais coisas, porém o suco pesa demais e teve uma hora em que eu simplesmente não conseguia mais carregar nada! Eu não tirei foto de tudo que comprei, mas tirei das coisas que citei aqui. Então vou mostrar para vocês, quem sabe se algum dia forem lá, não queiram experimentar o suco. :3 Ele não é sem açúcar e nem de baixa calorias, porém é gostoso e tira muito a vontade de comer besteiras. Como eu costumo comer apenas no almoço no trabalho, ás vezes chega de noite na hora de ir embora e me dá muita fome, é nessas horas que tomo um pouco desse suco e geralmente demoro uns 2 ou 3 dias para acabar com uma garrafinha. xD

   







      Ok. Eu nunca posto fotos, então não sei se vai ficar tudo organizadinho no post. Se ficar um lixo, eu já peço desculpas. Mas achei bacana a ideia de compartilhar um pouco com vocês as coisas que costumo comprar e etc. Essas coisas me ajudam muito a manter o foco...

     Para encerrar, preciso comentar sobre meu café da manhã de hoje. Normalmente eu não como pela manhã, como já comentei aqui diversas vezes. Até porque se eu como só uma vez por dia e na hora do almoço, é meio óbvio que não como em outro momento... Me desculpem pelas voltas que tenho dado para escrever. Mas nos últimos tempos eu não tenho conseguido ser tão objetiva quanto já fui um dia... Em fim! O ponto é que nessas férias eu acabei me dando ao luxo de comer pela manhã, mas hoje eu consegui comer algo saudável. Acabei tomando uma caneca de café e comendo panqueca de banana (aquela que você faz com uma bana, dois ovos e só), eu decidi colocar um pouco de aveia e canela também. Ficou tão boa! Pretendo tomar um açaí mais tarde e encerrar o dia com uma caneca de café. Estou querendo fazer alguma dieta específica, pois já faz tempo que não faço nenhuma e ás vezes é bom se mostrar capaz de fazer uma dieta até o fim. Fazer minha própria dieta é tão fácil que não costumo mais chamar de dieta e sim de hábito alimentar...  Quero me arriscar um pouco, mas sem ser extrema para não ter compulsão. Meu medo de dietas prontas é sempre acabar tendo uma compulsão...

     Enfim! Acho que já escrevi além da conta e nem sei se ainda tem alguém lendo esse post. xD Pretendo voltar aqui em breve e aí comento com vocês se realmente comecei alguma dieta específica ou continuei do meu jeito. Também atualizo o peso e as metas com datas estabelecidas. ^^

     Ah, sim! Antes de encerrar, só preciso comentar antes que eu esqueça! Esses dias fiz exame cardiológico (primeira vez na minha vida que passo em um cardiologista) devido umas arritmias que andei tendo e enfim... No final me mandaram fazer exame de sangue também, o que achei bom pois tinha anos que não fazia. Acreditem se quiserem, mas meus exames de sangue deram tudo ok. Nada faltando e nada sobrando. Cálcio perfeito, potássio e ferro também, colesterol, triglicérides e afins, perfeitos! Adorei isso, pois minha mãe sempre me encheu o saco por eu só comer legumes e etc, dizendo que eu ia ficar com anemia e essas coisas que todos leigos no assunto "alimentação" dizem. A verdade é que eu sempre soube que ficar sem comer acaba te ferrando sim, mas você balancear os legumes, verduras e frutas que come, não. É possível ser saudável comendo essas coisas. Quanto a arritmia, o médico disse que eu provavelmente tenho ansiedade e que seria bom investigar e etc. Mas não vou. Afinal, quem não é ansioso em pleno século XXI? Quem não é, um dia será e esse é um mal com o qual precisamos aprender a lidar. Eu prefiro lidar com isso sozinha e do meu jeito, então nada de médicos tão cedo.

     Agora sim! Eu paro por aqui e vou visitar seus blogs! Que todos tenham um ótimo início de semana e de mês também! Que maio seja mil vezes melhor que abril e que possamos alcançar nossos objetivos, mesmo que seja devagar e seguindo um dia após o outro. ♥

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Lugares por onde andei...

     Durante minhas férias meu corpo mal saiu de casa, mas minha mente foi para vários lugares. Alguns dias eu me perco no sono e durmo por horas, o que não fazia há muito tempo, pois quando estou trabalhando, eu não costumo dormir por mais de 5 horas por noite. Na realidade, quando eu durmo 5 horas, considero que dormi bastante. Estou acostumada com 3 ou 4 horas de sono, isso quando não viro por dois ou três dias seguidos, então... Mas onde eu estava mesmo? Afinal, o foco não era falar sobre meu sono... Ah, sim! Os lugares por ande andei, mesmo que só em minha mente... Eu viajei no mundo dos jogos, passando horas jogando no computador e me esquecendo do mundo lá fora. Viajei na leitura de alguns livros também, afinal, tenho uma caixa organizadora cheia de livros que comprei e nunca li... Enfim. Tudo isso é só para dizer: minhas férias estão sendo pacatas, porém bem aproveitadas da minha maneira.

     O peso subiu. Saiu dos 67 kg e chegou aos 69 kg. Hora de voltar a tomar jeito, antes que eu retorne para a asquerosa casa dos 70 kg! Dos 70 para os 80 são apenas 10 kg, então vou tomar jeito antes de voltar para a estaca zero do ano passado: 84 kg. Que nojo.

     Sexta-feira fui em um churrasco, e por mais que eu tenha comido apenas dois cubinhos de frango assado, a quantidade de cerveja foi exorbitante: mais de 6 latinhas, e sabemos como cerveja engorda. Se não bastasse, no sábado fui em uma balada na Augusta, tomei mais algumas cervejas, Smirnoff Ice, 2 doses de Baileys... Não é por nada que hoje estou com 69 kg. Mas não posso reclamar, fiquei bastante tempo nos 67, que mesmo estando longe de ser o peso que eu almejo, ainda assim é um milagre eu estabilizar em um peso na casa dos 60 kg por tanto tempo. Sou uma sanfona, então...

     Ok. Bebedeira feita, agora é hora de retomar as rédeas da situação, pois já retorno de férias dia 03/05 e me recuso voltar mais gorda do que quando sai, mesmo que seja "só" 2 kg para mais. No final das contas, não é novidade que em nosso mundo, meio quilo mais gorda já equivale ao fim do mundo. Quem dirá 2 kg!

     Planos da semana? Uma refeição por dia e muito líquido para ver se eu desincho devido as bebidas do final de semana. No mais? É só isso mesmo. Demorei para vir aqui por isso. Nunca tenho muito o que contar, então encher o saco para que? É melhor ficar aqui na minha e postar apenas esporadicamente, para dar sinal de vida.

     Ótima semana para vocês. ♥

quinta-feira, 15 de março de 2018

Mais do mesmo de sempre.

      Eu deveria ter feito dois posts mês passado. Mas o tempo correu e quando fui ver já era março. Era para eu postar no começo do mês, mas quando fui ver, já tinha passado metade de março e nada de eu escrever algo. Qualquer coisa que fosse... Os planos se resumiam em postar aqui três vezes esse mês. Para compensar o post do mês passado e mais dois posts que é a meta desse ano: postar duas vezes por mês. 

     Enfim. Eu tinha conseguido ficar 60 horas seguidas sem fumar. Algo como 2 dias  e meio quase... Mas estraguei tudo hoje ao comprar um maço de cigarros. Quem sabe da próxima vez que eu tentar, eu consiga ficar mais tempo...

     O peso continua o mesmo. Ainda não me pesei essa semana por estar menstruada. Vou esperar esse período passar e depois que me pesar atualizo certinho aqui.

     Não vejo a hora de chegar abril para sair de férias e me afastar do trabalho por um mês.

     No mais, estou sem nada para contar.


     Até.

domingo, 18 de fevereiro de 2018

67,300 kg.

     Mesmo peso de 11/10/2017.

     Estranho ter engordado (pois estava com 65 kg) e ainda assim minha calça 42 estar mais larga que antes. Acho que a calça estragou na última lavagem, ou está ficando desgastada, aí ela começa a lacear... É bem possível. Afinal, eu estou saindo do ciclo menstrual hoje. Logo, é fato que estou mais gorda.

     Preciso voltar a emagrecer se quero realmente chegar aos 50 kg esse ano. Mas é engraçado dizer isso com tanta convicção ao mesmo tempo em que bebo uma cerveja... Sinceramente, eu não vejo mais sentido em chegar aqui e ficar falando as mesmas coisas de sempre. Os últimos posts foram apenas isso: eu dizendo que devo emagrecer, parar de beber e de fumar. Esse é o último post que falo sobre isso. Pois cansei. E mesmo que sinta que não tenho muito a dizer além dessas mesmas malditas coisas, prefiro então não dizer mais nada. Ou apenas chegar aqui e fazer meus 2 posts por mês com qualquer conteúdo e pronto. Mas não falarei mais sobre isso. Que esteja dito.

     Essa semana eu vou tentar fazer tudo direito. Apenas comer no almoço, como costumo fazer. Apenas legumes com no máximo ovo ou alguma carne básica... Mas sem besteiras, porque dessa forma eu acabo voltando para os 70 kg num piscar de olhos e é óbvio que isso é o que menos desejo...

     Acho que é só. No mais, apenas tenho trabalhado, assistido Netflix vez ou outra, escutando música no restante do tempo em que não estou dormindo ou jogando. É apenas isso que faço no meu tempo livre...

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Antes que termine o mês...

     Eu precisava postar uma vez mais antes do mês terminar. Uma das minhas metas desse ano é postar ao menos duas vezes ao mês. Então me obriguei a aparecer por aqui outra vez.

     Esses dias eu não tenho me empenhado muito na dieta. Isso não significa que estou comendo mais que antes, apenas significa que não tenho escolhido muito bem o que comer. Preciso retomar a dieta para voltar a emagrecer, pois estagnei nos 65,200 kg/66,400 kg, o peso nunca sai disso e eu sei os motivos. Se eu voltar a focar na dieta, volto a emagrecer, simples.

     Antes de me deitar vou tomar vinho. Tenho bebido mais que antes. Beber engorda e por isso preciso parar com isso. Estou pensando seriamente em procurar um médico para conseguir parar de fumar também... Mas é complicado. Para isso eu tenho que estar 100% determinada a parar com o cigarro. E atualmente eu estou bem 50%... Quando meu maço está cheio até chegar ao final, faltando uns 4 cigarros para acabar, eu sempre digo: "Quando esse maço terminar, não comprarei outro e vou parar de fumar.", mas assim que ele acaba é tipo: "Ok. Acho que vou comprar só mais um maço, mas depois desse é certeza que eu paro! Promessa!", e o mesmo se segue já faz um bom tempo. Ou seja, quando eu tenho cigarros, eu quero parar de fumar, mas quando não os tenho, eu os quero... Queria que fosse mais simples. Querer algo definitivamente ou não querer definitivamente também. Ponto. Eu sou tão 8 ou 80 para a maioria das coisas, mas para o que realmente importa eu sou sempre "nem lá, nem cá". É ridículo. Eu já disse que pararia de beber também... Umas mil vezes. E comecei esse parágrafo dizendo o que? Que daqui a pouco vou beber! É um absurdo...

     Enfim. Vou retomar o foco amanhã. Pois esse ano eu tenho que chegar aos 50 kg! Menos 15 kg é a meta de 2018. Ano passado eliminei quase isso... Comecei com 82/84 kg, se me lembro bem, e terminei com 65,200 kg. Eliminando um pouco mais de 15 kg. Então acredito que seja possível repetir o mesmo esse ano. Só depende do meu esforço.

     Até.

sábado, 13 de janeiro de 2018

2018

     O ano começou e eu nem percebi. Quero dizer, eu sabia que era 2018, mas não me sentia e ainda não me sinto como se estivesse realmente aqui. Tenho passado pelos dias me arrastando. Não quero dizer de maneira sofrida, pois não sofro. Mas sim de maneira cansativa e exaustiva. Eu não consigo fazer nada além de trabalhar - e não porque trabalho demais, mas sim porque trabalhar já exige demais do que consigo dar. Quando estou em casa, só quero ficar deitada, com meus cachorros. Mas eu me forço a ler e a jogar, pois são coisas que eu supostamente amo fazer.

     A dieta hoje deu adeus, pois comi besteiras e bebi mais de 4 cervejas e ainda estou bebendo enquanto escrevo esse post. Minha folga acabou (eu folgo toda sexta-feira). Hoje já tenho que ir trabalhar. Fiquei sabendo por uma mensagem no Whatsapp que um novo gerente chegou. Estava na hora, pois desde Outubro/Novembro que a loja está sem gerente. Espero que ele não seja bunda-mole e tenha um mínimo de pulso firme para cortar as asas de funcionários que costumam fazer corpo mole.

     Amanhã será um novo dia. Espero seguir a dieta direito amanhã. Também espero conseguir tomar banho e lavar o cabelo. Mas essa última parte é a mais fácil de cumprir, já que não me deixo ir trabalhar com a aparência comprometida pelo meu desânimo. Afinal, eu trabalho com o público e tenho que manter as aparências. Espero dar um jeito nas coisas esse ano, sabe? Não por ser "um novo ano", mas sim porque já deu a hora há muito tempo atrás de eu dar um jeito nisso... Quero dizer... Voltar para a faculdade, voltar a fazer as unhas (hoje em dia eu apenas corto elas e ás vezes tiro a cutícula, mas só quando já está feia mesmo), ou o mais importante: voltar a tomar banho todos os dias. Eu sei que vocês devem estar como "nojinho" por ler isso, mas que a verdade seja dita de uma vez por todas. Há quase 4 anos (isso se já não tiver completado 4 anos, não sei, pois evito contar o tempo de derrota) eu não consigo mais tomar banho todos os dias. Tomo hoje, depois não tomo, aí tomo de novo, depois não tomo outra vez... E por aí vai. As pessoas que moram comigo simplesmente nunca tocaram nesse assunto e aceitaram o fato como "mais uma das tantas manias da Roxy". É assim que eles chamam tudo... Quando eu era mais nova e minha mãe me pegou forçando o vômito, ela deu aquela "surtada" típica de algumas mães, mas depois preferiu chamar de mania. Assim como hoje em dia define minhas dietas e restrições alimentares: manias da Roxy. Ela chama meu vício em cigarro de mania também...

     Parecer soar melhor, não é? Mania de fumar x Viciada em cigarro. A palavra "vício" é feia e denota fraqueza. Você é fraca por possuir dependência em algo. Seja o que for. Dizer que você sente tanto desânimo ao ponto de não conseguir nem tomar banho todos os dias, pois isso exige um esforço bem grande da sua força de vontade (que é quase equivalente ao nada, é nula), que você não está disposto a se esforçar tanto assim... Desânimo x Falta de vontade/Preguiçosa. Parece ser mais digno me assumir como uma preguiçosa e dizer que deixo de fazer certas coisas porque simplesmente não quero e prefiro procrastinar, ao invés de dizer que me sinto tão derrotada, cansada, sem energia, desanimada, quebrada, apática... Enfim... Assumir que não faço certas coisas porque elas simplesmente exigem mais de mim do que posso oferecer nesse momento e nos últimos mais de 3 anos que se passaram. É como se eu fosse me tornar pior do que já sou caso assuma isso para alguém. E sim, eu estou assumindo certas coisas aqui, mas aqui não é minha vida real. Por mais que eu relate minha vida por aqui, eu não me comporto completamente igual a como me comporto no mundo "real". No mundo real eu vivo de aparências. E desde que as pessoas não saibam de nada e/ou consigam ignorar certas "manias" minhas, estará tudo bem. O que narro e assumo nesse blog não causa impacto na minha vida. Por isso não tem problema assumir certas coisas por aqui...

     Enquanto isso, eu vou me afundando como eu posso dentro de mim mesma, para que ninguém do lado de fora seja obrigado a lidar com "isso" que eu sou. "Isso" que me tornei. Eu, ao contrário do que muitas pessoas afirmam sentir sobre si mesmas, reconheço à mim mesma quando olho no espelho. E é aí onde mora o meu problema. Quando você vê merda refletida diante do espelho, mas não reconhece o que vê, você logo assume aquela imagem como não sendo você e sendo algo que te consumiu, mas que não define sua real essência, talvez porque ainda reste um pouquinho de ti lá dentro e você imagina que possa retomar o controle sobre si algum dia... Agora, quando você observa a mesma merda refletida no espelho, mas reconhece tal imagem como sendo você mesma, você assume que é merda. O bom de saber o que se é, é que você também pode mudar, assim como no primeiro caso que citei. O único problema é fazer sua cabeça entender que você pode ser melhor do que merda. Você DEVERIA ser melhor. Sua obrigação era ser uma pessoa melhor do que isso que se tornou. Vocês entendem onde quero chegar, não entendem? Eu posso ser uma merda, mas não preciso morrer sendo assim, ok? Eu posso melhorar. Mas eu preciso querer ser alguém melhor e ás vezes ser uma má pessoa apenas parece mais fácil, mais simples, do que ser melhor. Provar que posso ser mais do que bosta exige mais energia e empenho da minha parte...

     Enfim... Que o 2018 de vocês seja um bom ano. De coração, isso é o que desejo-lhes. Quanto a mim? Eu estou muito bem, obrigada. Aliás, continuo caminhando com minhas próprias pernas, não? Sempre em frente. Afinal, o que importa é emagrecer e trabalhar. Enquanto eu puder e conseguir trabalhar nessa vida, eu estarei bem. Pois posso me manter e ser autossuficiente. Não dependo de ninguém. Isso é bom. Isso é ótimo. Pois se tem algo que eu aprendi na vida é que: você pode ter todos os problemas do mundo e se sentir um pedacinho de merda, mas enquanto puder funcionar em sociedade, seja trabalhando, estudando ou fazendo aquilo que é o mínimo que todos esperam de ti e de qualquer outra pessoa introduzida na sociedade convencional na qual vivemos, estará tudo bem. De verdade. Só você vê o problema. E enquanto só você estiver vendo o problema, é porque não é importante. Talvez, nem haja problema algum... É apenas coisa da sua cabeça. Mantenha a mente ocupada e tudo permanecerá "ok".

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Última postagem do ano.

     Olá.

     Hoje estou aqui para fazer uma breve atualização no blog. Afinal, esse será meu último post de 2017.

     Ainda estou com 65 kg. Sinceramente? Estou bem com esse peso, por hora. Acho que para quem iniciou o ano na casa dos 80 kg, encerrar ele na casa dos 60 kg é uma vitória tremenda, afinal, no ano passado devo ter encerrado o ano com horrendos 83/84 kg... Esse ano voltei para o blog com 80 kg. São menos 15 kg nesse corpo gordo.

     Ano que vem pretendo finalmente chegar na casa dos 50 kg e quem sabe não encerrar 2018 com 50 kg? Se eliminei 15 kg esse ano, posso eliminar mais 15 ano que vem. Sei que posso eliminar até mais, mas quero começar almejando aqui que sei ser possível. E 15 kg é mais que possível! É que, como devem saber, o difícil não é eliminar, e sim manter... Esse ano foi cheio de altos e baixos... Eu ia para os 75 kg e de repente voltava para os 80 kg. Aí chegava nos 72 kg e depois ia para 75 kg. Enfim... Uma perfeita sanfona! E claro que eu fui a culpada disso, devido meus descontroles e etc. Mas depois que cheguei nos 65 kg, o máximo que já engordei foi 1 kg, indo para os 66 e algumas gramas... Mas não voltei mais para os 70 kg. Estou bem atenta na balança, para não engordar tudo outra vez, como já aconteceu antes.

     O que planejo para o ano que vem? Bem, fazer metas é sempre bom para se manter ativo e com a mente focada em nossos objetivos. Pelo menos eu sou dessas que se não faço planos, tudo desanda e eu me perco pelo caminho... Porém, não planejo nada inalcançável. Vamos para as metas:

     - Eliminar 15 kg até o final do ano;
     - Voltar para a faculdade no meio do ano;
     - Viajar nas minhas férias, que talvez seja em abril, mas nada certo ainda;
     - Terminar de arrumar pelo menos meu quartinho na minha futura casa (que fica no mesmo terreno da casa da minha mãe e da casa do meu pai) para poder ter meu próprio canto.

     Apenas isso. Não é muita coisa, eu sei. Mas não gosto de prometer mil coisas e não cumprir nem metade delas. Essas que citei eu ao menos sei que poderei cumprir, pois só depende de mim. Não perco mais meu tempo prometendo ser alguém melhor, etc e etc. Sei que não sou um monstro e quem resolver gostar de mim, gostará por quem eu sou e não por algo que (não) finjo ser.

     Enfim... É apenas isso. Muito obrigada para todos que me acompanharam durante esse ano. Ter vocês por aqui e saber que tem gente que compreende pelo o que passo deixa tudo menos complicado. Um ótimo 2018 para todos vocês! E que no próximo ano conquistem aquilo que em 2017 não conseguiram conquistar e muito mais! Só depende da gente! ♥