quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Eu ainda estou tentando...

     Dia 05 agora iria completar 4 meses que não aparecia por aqui... Eu tinha preparado no bloco de notas um post para quando eu voltasse, mas relendo ele percebi o quanto estava negativo e repleto de lamentos. Comecei a rir da minha própria situação, porque diga-se de passagem, é absurdo ficar quase 4 meses sem dar notícias e quando aparece, apenas se lamentar sobre a vida. Eu ainda tenho vergonha na cara e bom senso para perceber que é melhor não aparecer aqui se for para apenas reclamar, então decidi escrever um post de última hora e tentar ser o menos negativa e lamuriosa possível!

     Infelizmente, boas notícias eu não tenho para compartilhar... Eu fiquei esse tempo longe pois queria retornar apenas quando tivesse eliminado quilos o suficiente para estar fora da casa dos 70 kg e quando tivesse alguma novidade bacana para compartilhar. Pois bem, percebi que se fosse esperar por isso, não daria as caras esse ano. Quer dizer, no quesito peso só depende de mim, então eu até poderia voltar antes do ano acabar. Mas quanto a novidade bacana... Não depende só de mim.

     Um breve resumo do que fiz durante esse tempo... Logo após meu último post, eu terminei meu pseudo-namoro. Isso me deixou mais chateada do que eu imaginei que deixaria... A L* era minha amiga há quase 4 anos, foi após os dois anos de amizade que acabamos nos envolvendo romanticamente, por assim dizer. Eu imaginei que quando terminasse com ela, conservaríamos nossa amizade. Mesmo a conhecendo apenas virtualmente, ela era minha melhor amiga. Pois bem, as coisas não funcionaram como imaginei. Eu expliquei para ela, da melhor forma possível o motivo de estar dando um fim ao nosso pseudo-relacionamento e deixei bem claro minha disposição para manter nossa amizade, pois ela significava muito para mim, mais do que eu poderia imaginar. Tudo o que ela disse foi algo como "Eu entendo. Também estava pensando em terminar com você faz tempo. Te desejo o melhor e blá blá blá". Ok. Depois disso ela não falou mais comigo. Uns 15 dias depois eu enviei uma mensagem para ela, novamente ressaltando o quanto ela significava para mim e etc. Eu sou do tipo de pessoa que quando se trata de não perder alguém realmente importante para mim, eu jogo meu orgulho de lado e deixo bem claro para a pessoa o quanto ela significa para mim. Enfim, na mensagem eu encerrei falando qualquer coisa como "Sua amizade é muito importante para mim e eu adoraria mantê-la. Se você quiser continuar mantendo contato comigo, apenas me avise... Caso não queira, me avise também, pois assim te deixo em paz e você não receberá mais mensagens da minha parte". Acabou que ela nunca me respondeu essa mensagem e até hoje não fala mais comigo... E dessa forma, eu deixei para lá... Quero dizer, continuo pensando nela todos os dias e sinto sua falta, mas não sou otária ao ponto de correr atrás de uma pessoa que não está nem aí para mim. Eu apenas deixo estar... Uma hora  os pensamentos sobre ela se tornarão menos contantes, até o dia em que não passarão de uma vaga lembrança de uma pessoa a qual amei, mas que hoje não passa disso: uma vaga lembrança. E a vida é feita disso... Não vou me prolongar mais sobre o assunto, pois se o fizer, logo começarei a filosofar e me lamuriar sobre algumas coisas das quais são irrelevantes para o resto do mundo além de mim...

     Ok. Esse post está ficando maior do que eu esperava, mas já era de se esperar, levando em conta o tanto de tempo que fiquei sem escrever. Falarei apenas sobre mais alguns tópicos antes de encerrar...

     Durante esse tempo ausente, eu não relaxei totalmente... Tentei seguir uma dieta várias vezes, porém me mantinha firme por uma semana/uma semana e meia e de repente caía em compulsão. Não foram dias fáceis e continuam não sendo... Eu sai de casa umas duas vezes para entregar currículo e fazer uma entrevista de emprego durante esses quase 4 meses. Não deu em nada, desde então eu apenas fico em casa - se aparecer uma entrevista de emprego ou um lugar para entregar currículo, eu saio, mas é só isso... Saio apenas para o essencial. Ficar sem trabalhar me deixa louca, principalmente quando está tão perto de fazer 2 anos que estou desempregada (em fevereiro completa dois anos). Mas ok. Não entrarei em detalhes, pois não tenho a intenção de lamentar minha atual situação. Eu apenas quis explicar um pouco do que me faz ficar ansiosa e devorar o armário como uma glutona. Mas tenho trabalhado nisso, de controlar minha ansiedade... Voltei a ler, pois tenho alguns livros em casa que comprei faz tempo e nunca li. Atualmente estou terminando o Sangue no Inverno, um romance policial. Também tenho jogado jogos no computador, assistido alguns documentários, filmes e colocado algumas séries em dia. Tudo para manter a mente ocupada e não acabar caindo em compulsão por não ter nada melhor para fazer da vida.

     Para finalizar, não estou em nenhuma dieta específica atualmente. Apenas tentando retomar o controle e com planos de permanecer nas frutas, legumes e verduras até dia 23/12 (talvez leite e ovo de vez em quando). Não sei quanto estou pesando atualmente, pois estou fugindo da minha balança... Mas tenho planos de me pesar em breve, assim que tiver conseguido controlar minha alimentação. Assim que me pesar atualizarei o peso aqui o blog. Mas sinceramente, não devo estar com menos de 80 kg outra vez...Não sei se vou conseguir manter uma constância nos meus posts, mas tenho a pretensão de passar por aqui pelo menos três vezes por semana, para manter um registro da minha alimentação. Esse registro não teria como intenção indicar um cardápio para ninguém, obviamente. Primeiro porque não sou nutricionista, segundo porque minha alimentação é bem pobre naquilo que dizem que nosso corpo precisa e etc. Mas sabem como é... Eu como o que quero e assim sendo, registro aqui o que quiser também... O registro teria mais como intenção não comer besteiras devido a vergonha de expor a comilança. Então talvez isso ajude a me manter na linha? Talvez. Não sei. Mas faltando tão pouco para acabar o ano, tudo vale para tentar retomar o controle...

     Espero que o post não tenha ficado muito cansativo para quem foi corajoso o suficiente para perder tempo lendo tudo isso. E caso ainda reste alguém aqui, eu agradeço pela visita e aproveito para desejar uma boa semana, caso não volte antes de segunda-feira. Vou tentar voltar a ser ativa nos blogs alheios, mas ás vezes é difícil manter uma constância em minhas visitações.  Simplesmente tem épocas que não consigo escrever um comentário decente, então prefiro não comentar. Mas vou me esforçar para conseguir distribuir palavras que valham a pena serem escritas e lidas. Até. ♥

8 comentários:

  1. Olá minha querida Roxy!

    Tenho corrido atrás do prejuízo, sabe Roxy?
    Estou acordando cedo para caminhar por 1 hora, em casa mesmo(semana que vem vou somar mais 30 minutos de bike ergométrica), depois eu executo meus afazeres domésticos, e por fim tomo um belo banho, aí faço minha comidinha: arroz integral, salada e PTS (soja).
    No lanche como alguns biscoitinhos de nesfit ou pão integral com chá (a padaria daqui está fazendo fresco e baratinho).
    As vezes substituo por gelatina diet.
    Na janta repito o almoço ou fico de boa com chás.
    Mês passado fiz 14 dias de jejum de água para desintoxicar, foi bom para a minha autoestima.

    Já perdi uma amizade virtual, porque a pessoa resolveu não falar mais comigo.Dá uma vontade de pegar um avião e ir lá no estado da pessoa pra tirar essa história a limpo, mas não vale a pena gastar esse dinheiro correndo o risco de se decepcionar ao vivo e a cores...

    Acho tão elegante quando as pessoas terminam um relacionamento amoroso e conservam a amizade, mostram desapego, humildade e maturidade.
    É uma pena que ela não pense assim, pois uma grande amizade vale mais do que mil amores.

    Se tu tiver interesse em trabalhar em lojas, agora no fim de ano sua chance de achar um emprego aumenta, pois o comércio costuma contratar funcionários temporários, e estes as vezes são efetivados.
    Então boa sorte e não desista!


    Mil beijos =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh! Anita! *-* É tão bom tê-la por aqui!
      Sempre fico feliz quando tenho notícia suas. ♥

      Ah! É tão bom poder caminhar em casa! Eu estou tentando trocar meu elíptico por uma esteira/simulador de caminhada... O elíptico é bom, mas não é o que eu preciso no momento. No momento eu preciso apenas voltar a caminhar... E caminhar na rua, está fora de cogitação pra mim. Infelizmente... Mas estou correndo atrás do prejuízo, assim como você. E ainda esse ano, espero eliminar 10 kg. Não acho impossível, pois já eliminei muito mais em apenas dois meses, então só depende de mim.
      Seu cardápio parece estar divino! Tenho certeza que está conseguindo alcançar ótimos resultados com ele! Parabéns! ♥
      Lord! 14 dias de jejum?! Que máximo! O tempo maior que consegui foram 7 dias... Um dia quero conseguir 14 dias também! ♥

      E concordo com você, Anita... Mas ao menos minha consciência está limpa por saber que fiz minha parte e tentei manter a amizade. Se ela não quis, eu não posso fazer mais nada sobre o assunto. Ela ainda é muito nova... Tem 18 anos, mas uma cabeça de 12, então talvez um dia ela amadureça e aprenda a manter relacionamentos melhor do que faz atualmente. Bola pra frente, não é mesmo?! ; )

      E com certeza eu tenho interesse em trabalhar em lojas também... Não tenho escolhido muito, sabe? Tanto que já enviei currículos para diversas lojas e até mesmo para supermercados. O importante é não desistir mesmo, como você disse. E isso eu não vou, pois nem tenho essa opção de desistir! xD

      Muito obrigada por suas palavras!
      Desejo-lhe tudo de bom! *-*

      Excluir
  2. Roxy... lembro de você. Quanto tempo.
    Acho que fins de relacionamentos nunca são fáceis, pra nenhuma das partes.

    Sabe, eu até tenho ideia de quanto estou pesando, mas não tenho coragem de comentar. :(

    Eu tenho passado meus dias vendo séries, filmes, vídeos, vídeos infantis com musiquinhas e bichinhos pulando... e saí do meu emprego em Abril, ou Maio... me arrependi e agora não consigo voltar para o mercado.
    Espero que os dias melhorem pra nós.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Olá querida, tantas coisas acontecem em nossas vidas, o importante e q VC esta positiva e com o tempo td volta ao normal, vc fez sua parte sobre a amiga, cada um tem um forma de agir, e se assim ela quis q assim seja, siga em paz.
    Estou tentando voltar ao rumo n esta fácil, mas vou conseguir.
    Fique bem querida e bola pra frente.
    Bjss

    ResponderExcluir
  4. A volta a blogar é sempre positiva. Mesmo que a pessoa fique anos sem blogar, se não fechar o blog e se pensar nele e resolver voltar, isto já é um incentivo. Eu acredito que muita gente perca tempo com desejos fora da realidade de thinspiration e esquecem que existe FITINSPIRATION e REALINSPIRATION (eu me sinto tão encorajada a continuar este processo de tentar emagrecer e aí manter o peso lendo um blog de uma mulher anorexicamente magra quanto lendo um blog de uma mulher que tem sobrepeso. As meninas que tem sobrepeso e querem emagrecer, tem seus momentos de recaída e quando voltam a blogar, sinto que voltam mais fortes. ) Sou obcecada com academia e ginástica. Tomando um anti depressivo há dois anos eu estou com 60 e poucos quilos quando deveria estar com 50 e poucos, mas não perco um dia de academia e isto mantem um certo equilíbrio porque acho que se não fosse a academia diáriamente eu estaria com 120 kgs como mamãe ficou. Adorei este post, você mostra que é REAL e isto é uma inspiracão. Assim como você está tentando, outra menina vai ler e pensar que também pode tentar. Por isto eu acho blogar tão importante. Estou blogando há muitos anos no www.safi-anna.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Sou nova por aqui, mas é muito bom saber que você está de volta.

    Realmente, bloggar nos dá um empurrãozinho na nossa motivação!

    Animo moça! E muita força para todas nós!

    xx.
    Julia

    ResponderExcluir
  6. Talvez ela não esteja respondendo pois também deve estar mal pelo fim, de um tempo a ela.
    A crise esta mesmo dificil, eu mandei 400 curriculum desde janeiro para conseguir emprego em agosto, mas creio que a porta vai se abrir pra voce.
    Eu também ainda não consegui baixar dos 80 mas não podemos desistir, vamos em frente!!!

    ResponderExcluir
  7. Então...
    Sobre a tua pergunta, eu fui fazer uma entrevista, e quando o cara olhou meus braços ele deu uma titubeada e perguntou tudo o que estava escrito no meu currículo. =/
    Triste.

    Eu passei algo parecido em fevereiro desse ano... recebi a notícia de que um conhecido havia se matado, até hoje não sei como, a família não contou... mas aquilo me abalou profundamente... e faz a gente pensar, né.

    Obrigada pelos bons conselhos.

    ResponderExcluir