sábado, 13 de novembro de 2010

Post grande, confuso e inútil...

"Se você ler essas linhas, lembre-se não da mão que a escreveu
Lembre-se apenas do verso, o choro sem lágrimas de um compositor
Por quem eu tenho dado a força e isso se tornou a minha própria força
================================================
Onde ser querido se tornou uma emoção que eu jamais conheci
Um suave piano escrevendo minha vida
================================================
Ensine-me paixão, pois temo que ela tenha partido.
Mostre-me o amor, proteja-me da tristeza
Há tanto que eu gostaria de ter dado àqueles que me amam
Eu sinto muito
O tempo dirá (esse amargo adeus)
Eu não vivo mais para envergonhar nem a mim, nem a você"
================================================
(Dead Boy's Poem - Nightwish [na verdade são somente fragmentos da música... eu misturei os versos, pulei alguns, em fim...] )

obs: o que está nesta cor são os fragmentos da música com os quais mais me indentifiquei...


PS: SE NÃO FOR LER O POST NÃO COMENTA (pois neste post estou dividindo meus verdadeiros sentimentos, o que não faço a muito tempo neste blog... então, se for para comentar, leia o que estou compartilhando com você, pois realmente é importante para mim que alguém verdadeiramente leia o que escrevo...) ¬¬'

   Sim... eu iria sumir... Na verdade, ainda quero sumir... Mas eu cheguei a conclusão de que não quero sumir, sim, eu quero e não quero sumir, esta é a realidade. Eu quero me entregar de corpo e alma aos meus objetivos... Mas ainda me falta alguma coisa que me impulsione a tomar as devidas atitudes, ou a concluí-las... Pois geralmente eu tomo as decisões, só não chego a concretizá-las...
   Está tudo muito confuso... Já disse isso algumas poucas milhões de vezes aqui no blog U_u Eu sou, de fato, um ser confuso, e não nego isso, nunca neguei... Só que eu queria ser menos confusa, entende.?! Me decidir por uma coisa, e não mudar de opinião; gostar de alguma coisa (ou mesmo de alguém) e depois não passar a odiá-la do nada, sem motivo algum.... Começar alguma coisa e finalmente terminá-la... Falando nisso, acho que nunca terminei nada do que comecei... Só algumas das coisas que comecei e não terminei:

* Quando era pequena comecei a fazer Catequese... A Catequese em si posso dizer que eu terminei... Porém não realizei sua continuidade: a Crisma... O que de fato, não me permite dizer que eu cheguei a concluí-la...
* Comecei 3 estórias... Longas, de fato... Acho que iniciei elas na 6ª série, quando tinha 12 anos... Faço 18 em dezembro e ainda tenho os cadernos, já os peguei algumas vezes com a esperança de continuar as estórias e por fim terminá-las, mas nunca o fiz...
* Comecei a fazer Inglês quando tinha 13 anos... Frequentei as aulas por alguns meses e depois desisti...
* Comecei a fazer aulas de teatro quando tinha 12 ou 13 anos (não me lembro ao certo), fiz alguns meses (uns 4 ou 5) e depois parei...
* Estava frequentado o 3º ano e simplesmente parei de estudar e de me esforçar p/ terminar o ensino médio... Resultado: terei que frequentar o 3º ano novamente no ano que vem...
* Comecei a ler Menmoch ano passado e até hoje não terminei...

           De fato... São muitas coisas. Não irei citar todas, até por que não me lembro de todas... Mas a principal delas e que ainda não citei, foi a perda de peso... Ah, sim, claro que é a principal, minha felicidade depende disso... A cada dia que passa eu me sinto mais morta, mais infeliz, mais depressiva, mais inútil, mais... mais... Em fim, mais tudo que possa sentir de ruim ao me olhar no espelho, o monstro do espelho...

          Por que estou escrevendo tudo isso.? Para mim mesma... Estou escrevendo toda esta merda para ver se eu acordo para a realidade e entenda que de qualquer jeito eu sou/serei infeliz... Comendo ou não comendo, engordando ou não engordando, saindo ou ficando em casa, conversando ou não tendo ninguém para conversar, no silêcio ou ouvindo música, andando ou parada, pensando ou vazia, gritando ou calada... Não importa... NÃO IMPORTA.! De qualquer maneira eu sou/serei infeliz... Sou infeliz a muito tempo, desde antes começar com esta merda de vida... Nunca gostei do meu corpo, nunca amei ninguém e nunca fui amada, nunca fui verdadeiramente feliz... E sabe por que.? Por que minha infelicidade já faz parte do meu ser, da minha essência, por assim dizer... Minha infelicidade não está somente nas muitas banhas que compõem meu ser físico, e sim na minha mente/alma que compõem meu ser espiritual, meu ser interno, como já disse, a infelicidade se encontra em minha essência, o que me define como D****** (inicial do meu nome, composta por asterícos que representam a quantidade de letras dele), a essência que me difere de qualquer outra pessoa, o que me torna um ser único, o que me torna eu mesma... A minha natureza, de fato, é a infelicidade. O mais triste é saber que isto não tem cura, não é como as banhas que com MUTO¹²³³²¹ esforço posso fazê-las sumirem... Emagrecer é só um pretexto, é só o resto do que posso chamar de esperança... É a minha desculpa p/ justificar o fato de eu ser infeliz... Mas a verdade é que eu sou infeliz desde sempre... Desde quando me conheço por gente, só me lembro da minah infelicidade... Ah, mas claro que já tive miseros momentos felizes... Mas seu conseguir me lembrar de todos eles, estes momentos não enchem nem uma mão, o que me permite dizer que minha vida é sim infeliz, composta de algumas horas de felicidade diante de anos de infelicidade, de apatia, tristeza, raiva... Tudo junto.


             Vou dando notícias... E desculpem-me se em algum momento fui grossa, mas é que não estou em um ótimo dia. Na verdade, á tempos que eu não me encontro em um bom dia. Mas acreditem, por favor, quando eu digo que vocês são importantes para mim, eu de verdae amo vocês <3




Kisses, Roxy. ♥

12 comentários:

  1. esse post é bastante familiar para mim, nunca fui feliz, sim, existiu alguns momentos felizes mais mal me lembro deles,mais há dias em que levantar da cama é dificil, enfrentar esse mundo cheio de pessoas fúteis, sem coração, é bem dificil para mim, asho que por isso me isolei de tudo e de todos, mais não estou aqui para falar de mim.. acho que acabamos nos acostumando de alguma forma com a tristeza, angustia, e todos os sentimentos que nos fazem mal, mais sabe, as vezes acho que tudo pode mudar, e eu acredito em você, mesmo que você diz que essa infelicidade na qual vs vive já faz parte da sua essencia. acho que algum dia isso vai mudar, espero que acredite nisso. se cuida viu ?

    ResponderExcluir
  2. "monstro do espelho" sim eu tbm sou uma, nao pense nunca que esta sozinha, existem muitas como vc (eu), querida roxy, queria poder dizer p vc que apesar da sua infelicaidade existe inumeras maior, num mundo futil e cruel como nosso, existem sofrimentos que sua cabeçinha nunca ousou imaginar, mas cada um lida de um jeito, apesar das tristezas tamos ai vivendo e msm q as advercidades venham nos adaptamos a elas, pq faz parte de nós sobreviver..
    e vc é uma sobrevivente..
    acredito em vc na sua capacidade, vc só não descobriu ainda o que realmente importa, mas não se preocupe, vc vai saber na hora certa.

    bju conte comigo..

    ResponderExcluir
  3. Calma flor, tudo vai se encaixar, não fica assim q é pior viu?.
    Eu realmente acredito em vc e que vc pode mudar o q está se passando basta você querer.
    Xerôoo e força sempre

    ResponderExcluir
  4. Minha flor, fico tão triste em saber que vc está assim, triste. O pior é que seu post parecia eu escrevendo, me identifiquei muito com tudo isso. Também NUNCA fui feliz de fato, também tive míseros momentos felizes na vida, sempre fui depressiva e minha mãe já confirmou isso, disse que eu sempre fui assim, pessimista e sem animo pra vida. Eu sei que seria importante eu te dizer palavras positivas como: não fica assim, isso passa, vc é forte e vai sair dessa, levanta a cabeça....
    Mas, na minha opinião o mais importante a si dizer no momento é: Eu estou com vc e te entendo!
    Pode ter certeza que vc não está sozinha nessa. Estarei sempre por aqui, eu sei que seria muito melhor uma pessoa ai do seu lado falando isso, mas estou distante fisicamente pra fazer isso, mas estou com vc de coração ^^
    Manda sempre notícias sim viu?!
    E conta comigo sempre!
    Bejuh ♥
    Te adoruh de montaum ;)

    ResponderExcluir
  5. aa o post não foi inutil!
    que isso garota, se esforça pra conseguir seus objetivos. ta parecendo eeu começo fazer as coisas, o desanimo chega e eu paro elas na metade. adorei o blog! to seguindo ;D me segue tb?

    ResponderExcluir
  6. Oi não achei o post nada inutil, saber expressar os sentimentos verdadeiros sejam eles bons ou maus é algo que pouca gente sabe fazer ou sabe como lidar..aposto que depois de escreveres tudo isto te sentiste melhor...espero mesmo que sim...todas nós temos momentos em nos sentimos mais ou menos felizes em diferentes alturas e acredito que não podemos ser infelizes o tempo todo..quanto ao começares algo e desistires a meio isso as vezes também me acontece quero muito uma coisa e fico entusiasmada e depois rapidamente perco o interesse ..e depois fico chateada por ter perdido o interesse e deixar as coisas a meio..mas acho que faz parte da minha maneira de ser aborreço-me rapidamente gosto de coisas novas....
    Mas uma coisa eu aprendi eu adoro escrever e escrevo poesia (meio gotica...) então quando me sinto mais triste ou angustiada sem motivo deposito tudo na escrita e sinto-me melhor por ter sido capaz de criar algo já dizia Nietzsche :" È necessário ter o caos cá dentro para gerar uma estrela..."
    desculpa o comentario longo...
    beijos e força

    ResponderExcluir
  7. Eu não só li como concordo com você nessa coisa que infelicidade é meio que uma caracteristica minha XS
    Melhoras flor

    ResponderExcluir
  8. Oh, não se preocupe com Memoch, eu também comecei a ler, e mesmo sendo uma mega fan de Anne rice, esse livro não consegui terminar, então não é culpa sua o/
    Eu comecei também inúmeros cursos e estudos e bla bla bla, e não consegui terminar.
    Fora minhas banhas gigantes que jamais me abandonaram /o/

    Mas quanto à infelicidade...como saberíamos identificar a felicidade sem a infelicidade?

    Ahh sim, eu comecei inúmeros contos e histórias, Foram poucos os que eu consegui terminar, mas olha, preciso estar realmente inspirada para terminar.
    Por isso prefiro fazê-las curtinhas. A mais longa levei 6 anos, com muitas pausas, parei por 3 anos e retomei e por fim terminei, tenho uma que falta apenas o último capítulo, mas não consegui, ele tá lá.

    Bjos e força para continuar

    ResponderExcluir
  9. Florzinha!
    Também sou um ser confuso. Acredito que a muias também. Queria ser menos, igual a voce, mas acho que, pelo menos, pra mim isso não é possivel. Sou muito ansiosa e isso nao ajuda =/
    Mas calma ok?
    Fiz Catequese e não fiz Crima. Putz, tambem nao terminei rsrs mas a minha foi por vontade de nao continuar mesmo aushuahs

    Amorzinho! Voce falou uma coisa otima nessa postagem: voce sabe que emagrecer é só um pretexto. Queria, acredito que voce está só num momento ruim, nao pense assim. Sua vida vai melhorar.

    Se cuida <3

    ResponderExcluir
  10. Ao ler oseu post me identifiquei bastante com você
    também me sinto confusa e querendo deixar de ser tão confusa!
    adorei a forma como descreve o que está sentindo e realmente me identinfiquei com você por isso estou seguindo o seu blog!
    bjs

    ResponderExcluir
  11. também posso inumerar 1001 coisas que nunca acabei ... mas sei que um dia irei mudar. e tu também! a esperança é a ultima a morrer.
    beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Linda Roxy, desabafar nunca é inutil.
    Não fique triste ou chateada pelas coisas que acontecem. O passado não importa hoje. Firme seus objetivos a partir desse momento e determine cumprí-los. Não se prenda a objetivos que não foram concluidos antigamente, pense que hoje você tem o poder de mudar e transformar sua vida.
    Acredite sempre no seu potencial e na sua determinação, muitas vezes voc~e mesma por se surpreender.
    Se desafie todos os dias e supere suas próprias espectativas.
    Jamais desista de seus objetivos mesmo que digam que você não vai conseguir, mesmo que as circunstâncias parecam não favoráveis. Nós temos que decidir o que queremos de nossa vida e aposto que você quer ser magra e estar bem consigo mesma.
    Nunca desanime. Beijos e mais beijos da Morgana.
    Se precisar estarei aqui com você.
    :)

    Incentivo: "Quando não há desafio, não se rompem limites e tendemos a permanecer na mesma condição. Para muitos, talvez, não haveria problema permanecer da mesma maneira — pode ser até que esteja bem assim.
    Porém, não avançar é o mesmo que retroceder.
    Se continuar fazendo o que sempre fez, continuará obtendo o que sempre obteve. Viver é avançar, progredir sempre em todas as frentes. Se vocês desistirem de seus esforços para avançarem, significa que estão retrocedendo na própria vida."

    ResponderExcluir