quinta-feira, 19 de maio de 2016

Apenas um post inútil.

     Queria voltar aqui e dizer que tenho boas notícias ou algo do tipo. Mas tudo que possuo no momento são lamentos. Estou com uma dor de dente horrível já têm dias... Mas essa semana ficou pior ao ponto de hoje eu pensar em, finalmente, pedir dinheiro para o meu pai para ir ao dentista. Agora pela manhã (umas 05am), eu fui burra o suficiente para abrir a boca para falar com minha mãe que saia para ir trabalhar. Apenas perguntei para ela se conhecia algum dentista onde fizessem o orçamento gratuito, pois há um tempo que não vou ao dentista e não sei mais se são como antes, onde só pagávamos após a consulta de orçamento e etc... Enfim, acabou que ela desviou do assunto do dentista para me perguntar se hoje eu ia com minha irmã entregar currículos no shopping. Eu, jumenta, respondi que não, não falei para ela o motivo, mas confesso aqui que a dor de dente está me incomodando ao ponto de eu fazer cara feia para todo mundo... Imagine entregar currículo com cara de quem quer matar o primeiro que ver na frente, de preferência da forma mais dolorosa e tortuosa possível? Sinceramente, não acho que iria adiantar entregar currículos nessa condição... Sei que parece desculpa, mas não é. Eu teria que pedir dinheiro para o meu pai para entregar currículo também, pois minha mãe está sem dinheiro... Já pensava em pedir para ele o dinheiro para o dentista, agora para entregar currículo também? Haja falta de vergonha na cara...
     Enfim, voltando ao assunto inicial, eu disse para minha mãe que não ia, ponto. Foi a pior merda que fiz... Ela surtou e começou a dizer um monte de coisas inúteis (ou talvez isso tenha sido útil para ela, se de alguma forma se sentiu aliviada em cuspir aqueles comentários na minha cara). Ela falou tanta coisa... Acho que ficou quase uma hora falando/gritando/esperneando. Não entrarei em detalhes pois me recuso fazer-me de vítima. Estou longe de ser vítima nessa situação, mesmo que eu não acredite que seja somente culpa minha estar com a vida parada como estou. Enquanto ela falava, eu apenas escutava, fazendo um comentário aqui ou ali (o que a deixava mais surtada ainda, então teve uma hora que apenas comecei a concordar com a cabeça e deixei ela falar o que tinha para dizer). Não sou de discutir com ela... Não por achar que mereço escutar todas as coisas que ela me diz, mas sim por ter a certeza de que não irá resultar em nada respondê-la e ela apenas ficará mais histérica ainda e falará mais ainda. Então permaneço quieta. Sou assim, não costumo dar atenção para o que julgo não valer a pena.
     De qualquer forma, só vim aqui contar essa babaquice porque não é como se eu tivesse outro lugar para derramar minhas lamúrias e também porque não quero encher o saco de ninguém com minhas bullshits. Sei que é contraditório, pois já estou enchendo o saco de quem está lendo, então... Mas não é por mal. É só porque precisava contar mesmo... E também, é um bom modo de expressar o porque de meus posts aqui não estarem sendo constantes. Eu não gosto de somente reclamar. Me sinto uma chorona em ficar falando dos meus problemas para os outros, pois é como se eu não conseguisse suportá-los sozinha, sendo que é necessário que eu suporte. Os problemas são meus e de mais ninguém, por isso mais ninguém tem de saber deles, certo? Certo. E é por isso que devo demorar para fazer outro post. Mas em resumo, é mais ou menos nisso aí que minha vida atual se resume: um amontoado de bullshits.

4 comentários:

  1. Oi Roxy
    Não se sinta mal por desabafar faz muito bem pra alma.
    Os problemas são sempre muitos. Nem me fale.
    Logo vc acha algo em questões de trabalho.

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Dor de dente é uma das piores dores. Comprovado cientificamente haha
    Melhoras!
    E está certa, é bom fazer isso quando você está se sentindo bem para poder sem simpática.
    Quando se trata de sermão de pais, a melhor coisa é concordar e ficar quieta. Faço sempre isso também.
    Você é bem parecida comigo, as pessoas sempre acham que eu não tenho problemas, porque eu não fico falando deles. Me sinto fraca fazendo isso. E, para piorar, tenho cara de mimada, já tive amigos que não contavam coisas para mim porque achavam que eu não ia entender, por teoricamente ter a vida perfeita. Só de aparência, né. Problemas é o que não me falta, mas prefiro resolver tudo eu mesma, apesar de no blog ser mais transparente sobre a minha vida do que pessoalmente também.

    ResponderExcluir
  3. Oi Roxy, vim dar uma passeada aqui, talvez eu esteja voltando por uns tempos, é possível...
    Fiquei triste em saber da tua situação :( tu tá procurando emprego de quê?
    É a crise né meu, tá foda, td mundo sem grana :( mas vai melhorar, eu espero...

    ResponderExcluir