sexta-feira, 6 de maio de 2016

Apenas notícias levianas...

     Olá.
     Eu estou para dar notícias aqui desde o dia seguinte do meu último post. Mas simplesmente as palavras não saem direito na hora de escrever. Então, como percebi que nunca teria forma melhor de escrever vindo de mim, decidi postar escrevendo do meu jeito sem nexo mesmo...
     Eu estou bem, no geral. Continuo desempregada e sem previsão para voltar para a faculdade. Estou gorda e endividada, de saco cheio do banco que não para de me ligar e cobrar. Mas bem, eu mereço ser cobrada, já que estou devendo, não? Então evito reclamar...
     Quanto ao peso, eu não sei... Não tenho me pesado nos últimos tempos. E também, tem feito muito frio por aqui para eu tirar minha calça e meu moletom... E só me peso sem roupa, então... É. Não vou me pesar tão cedo. Quanto a alimentação, não poderia estar pior. Eu só como depois das 3 da manhã, que é quando não há ninguém acordado. Pela manhã eu me refugio na minha cama e só levanto depois das 19h. Então é isso.
     Como podem ver, minha vida tem tido muitos acontecimentos, só que ao contrário. xD De qualquer forma, eu não reclamo. Poderia ser pior e sempre pode ser pior... Continuo entregando currículo e etc, uma hora aparece alguma coisa...Me esforço da forma que consigo fazer, porém é óbvio que nunca acho que faço o suficiente. E não faço mesmo. Poderia fazer muito mais e estou ciente disso... Estou caminhando para que consiga tentar de forma mais árdua e com mais afinco fazer minhas obrigações e todo o mais. Ás vezes falta ânimo, mas tenho trabalhado nisso também...
     Me desculpo desde já por não estar comentando nos blogs com a frequência que costumo comentar, mas eu sempre leio suas atualizações. Simplesmente não me chega nada de útil ou de afável para dizer, então eu acabo não dizendo nada... Mas sempre que consigo pensar em algo bacana para dizer, eu comento. Acho que é isso... Como podem ver, não tenho muito o que dizer. E não quero reclamar da vida também, pois posso não fazer o tipo otimista, porém também não gosto de fazer o tipo que só fica se lamuriando pelos cantos. Me considero mais o tipo realista, que fala quando as coisas estão uma merda, mas também levanta a bunda gorda da cadeira e tenta fazer alguma coisa para mudar. Pois não adianta só reclamar e não fazer nada para mudar a própria situação, não é? :3

     É isso. Espero voltar em breve com boas notícias. ♥

3 comentários:

  1. Olá!
    Está desanimada com o seu curso da faculdade? Pode cogitar outros.
    Eu também sou uma pessoa noturna, se me deixarem viver de acordo com o meu horário biológico hsauhsuahs Mas, como estudo de manhã, estou seguindo o horário de gente normal.
    Entendo perfeitamente sua necessidade de comer quando está sozinha, eu amo quando não tem ninguém para ficar me enchendo sobre a minha comida também.
    Eu estou procurando um estágio há um ano e nada. Compartilho do seu sentimento. Já estou perdendo a esperança e achando que simplesmente não sou boa o suficiente.
    Boa sorte na sua busca pelo emprego e na dieta :*

    ResponderExcluir
  2. achei seu blog por aí, e me deu um certo alívio ler sobre alguém que está passando o mesmo que eu, se sente como eu me sinto, e tem um peso mais parecido com o meu. as vezes dá aquela noiada de que eu só sigo gente já com 40 e poucos quilos, dá aquela desanimada de não ver ninguém como eu, que ainda não chegou na meta. então se você precisar conversar, to aqui para você, para nos apoiarmos e tal :)
    cara, minha vida tem sido assim também. eu acordo meio dia, almoço uma porção ridícula so para o meu pai não pegar no meu pé, fecho a boca até a noite, quando janto alguma coisa igualmente pequena, mas só vou dormir as quatro da manha, sabe-se deus porque. enfim. tomara que as coisas melhorem para a gente :(

    ResponderExcluir
  3. Oi Roxy, minha linda <3
    Já peço perdão por ter sumido do whatsapp. Me bateu uma fobia social desde que aconteceu aquilo dos empregos (entre decidir entre um e outro), bloqueei quase todo mundo, mas mantive você lá. Porque caso você precisasse de mim , eu estaria ali. Acho que você me entende, não é?
    E como eu disse lá no blog, sim, tô passando por uma verdadeira desgraça de depressão. Nada alegra, nada motiva. Nem o fim do semestre iminente me força a animar. As doenças por baixa imunidade já começaram a chegar, daí você já imagina...

    Eu sei que você não vai gostar do que vou dizer, mas como queria estar no seu lugar. Sério. Cada dia sonho mais e mais em deixar a faculdade, vou forçada. Mas o medo de desanimar meus pais é tão grande que não sei...

    Posso dar uma ideia? Não sei se aceitaria. Poderia fazer como eu fiz uns anos atrás. Pegar um serviço qualquer (qualquer mesmo, tipo aux. de limpeza) só pra pagar as contas e acabar de vez com isso do banco. Eu peguei uns meses numa terceirizada só pra liquidar dívidas. Trabalhei, paguei e saí. Pode ser cansativo, mas ajuda. E não se culpe por entregar CV's e não conseguir nada, estamos todos na mesma, amiga.

    Vou querer me encontrar com você em breve, só preciso preparar meu psicológico (como meu cabelo despencou e minha falha aumentou, eu estou muito insegura com isso), mas eu quero muito me encontrar com você e fortalecer a amizade. Entregar currículos juntas e fazer você se alimentar pela manhã ^^

    Beijos querida, de novo, mil desculpas pelo sumiço. But life sucks xD

    ResponderExcluir