quarta-feira, 13 de maio de 2015

Atualizando as notícias...

    Olá, princesas...

     Essa semana foi um pouco "cômica", para não dizer "trágica", para mim. Eu estava revirando algumas coisas aqui em casa e de repente encontrei um caderno que remete á 2010. E adivinhem? Nele eu falava sobre metas de LFs e NFs e o quanto eu me detestava por ser a gorda que era. O mais triste foi se dar conta de que eu não ERA gorda, eu ainda SOU a mesma gorda de 5 anos atrás. CINCO funcking anos de fracasso... Lord! Isso é tempo demais para se jogar no lixo como eu fiz... E quanto fracasso eu li naquele caderno! Quanta decepção registrada por uma garota de 17 anos! O mais triste é você ser essa garota, agora com 22 anos (irei completar 23 em dezembro), e ainda ser o mesmo fracasso.
     O pior também foi eu ter sentido pena de mim mesma. Não há sentimento pior do que o de pena... Mas por incrível que pareça, dessa vez não consegui ter raiva e apenas fiquei triste por mim mesma. Afinal, quanto mais velha eu for, mais difícil será para que meu metabolismo (que nunca foi bom) colabore para que eu elimine peso. E tudo isso também me fez refletir nas vezes em que as pessoas disseram para mim que "eu não preciso emagrecer, pois já sou linda como sou". Eles nunca entenderam o verdadeiro motivo por trás de tudo isso... Eu nunca quis emagrecer para que me achassem bonita ou fosse notada por moças/rapazes. Nunca! Afinal, há gosto para tudo nesse mundo e não é difícil encontrar alguém que te ache bonita... Mas a verdade é que EU nunca me senti satisfeita com meu corpo. EU nunca gostei de ser gorda. Era algo por mim e para mim, entendem? Nunca me importei com o que as pessoas achavam/acham de mim... Mas sempre me importei com o que eu mesma penso de mim. Talvez eu seja muito dura comigo mesma, mas afinal de contas, alguém tem que sê-lo.
     Não culpo ninguém pelo o que sou e nem por como eu sou. Mas devo assumir para vocês, minhas verdadeiras amigas, que acredito que o motivo de eu ser como sou tenha sido a falta de regras e exigências na minha casa... Quero dizer, meu pai sempre foi um cara autoritário do tipo que impunha horário para dormir, horário para comer, horário para fazer barulho, horário que eu permanecia no banho e esse tipo de coisas. Mas nunca exigiu uma nota maior que 5 quando eu estudava, nunca exigiu que eu limpasse a casa, lavasse louça, guardasse meus brinquedos, tivesse uma alimentação saudável... Um cara um tanto quanto contraditório, não? Ao menos eu acho... E se meu pai era assim, minha mãe então, era quem fazia (e até hoje faz, caso eu não faça) tupo para mim. Claro que agora meu pai não mora mais com a gente, pois se divorciaram há alguns anos, então ficou só eu, minha mãe e minha irmã por aqui. E também é óbvio que hoje eu tenho a consciência sobre o que devo ou não fazer. E como já conversei com vocês em outros posts, eu sempre lavo a louça que sujo e tento manter as coisas limpas e organizadas. Mas é complicado manter a organização em uma casa onde ninguém se importa com isso...
     Ma enfim, o que quero realmente dizer, é que acredito que eu cobre tanto de mim por ninguém jamais ter cobrado nada. Sabe aquelas pessoas que crescem presas e proibidas de fazer qualquer coisa que queiram? Quando você as liberta, elas simplesmente passam a fazer tudo o que é proibido por nunca terem feito nada além do que lhe mandassem. O que ocorre comigo é o contrário, eu me cobro muito e imponho certas regras para mim mesma, pois ninguém nunca o fez. E bem, todo ser humano precisa de estabilidade em algum aspecto de sua vida. E eu escolhi meu corpo para controlar. Simples.

     De qualquer forma, eu vim aqui para atualizá-las da minha atual situação em todos os aspectos da minha vida. Claro que esses aspectos só incluem o profissional e dietas. Minha vida sentimental é nula e pretendo que continue sendo assim, muito obrigada...
    Referente ao profissional, obviamente continuo desempregada, pois irei receber 5 parcelas do seguro desemprego, a 1ª recebo agora dia 30 de maio, o que significa que a última irei receber no final de outubro só... Ou seja, terei tempo para descansar. Mas falando em descansar, o que não tem nada a ver mas ok, amanhã irei na UNIP fazer minha matrícula. Pois o que fiz no post passado foi a inscrição no vestibular e comprovar minha pontuação no ENEM para poder me isentar da prova. Consegui ser isenta e aprovada, dessa forma pude fazer minha matrícula online dia 11/05, paguei o boleto da matrícula hoje e amanhã terei que comparecer a secretaria da universidade para poder levar a relação de documentos para finalizar o processo de matrícula. Ainda não sei que as coisas darão certo esse ano referente aos estudos, mas ao menos sei que estou fazendo minha parte e correndo atrás. Se não der certo, não poderei me culpar dizendo que tive preguiça ou que não fui resolver o que tinha que fazer. E bem, referente a faculdade é isso...

     Agora vamos a parte sobre meu corpo... Bem, depois do meu último post aqui, eu consegui seguir o ECA por mais 7 dias. A verdade é que após o 5º dia, comecei a sentir tonturas e palpitações no peito. Até aí tudo bem, pois tinha visto que esses sintomas são normais. Porém decidi por vontade própria, para no 7º dia. Por que? Simples... Eu não conseguia nem agachar para limpar as necessidades dos meus cachorros que já perdia o equilíbrio e tinha que me apoiar na primeira coisa que avistasse, só para não desmaiar. Imaginem se minha mãe visse algo do tipo? Iria me encher o saco, e eu realmente não tenho mais paciência para esses dramas que mães fazem, sabe? Então prefiro me cuidar um pouco do que ter minha mãe no meu pé como se eu ainda tivesse meus 16 anos. E também parei por causa das palpitações no peito, no começo era algo normal, mas depois passou a me incomodar. De manhã quando eu ia dormir, conseguia escutar meu coração batendo tão forte, rápido e alto, que não conseguia dormir. Sim... Eu tenho problemas para dormir, então podem imaginar que o mínimo barulho já impede com que meu sono venha.
     E claro que, após tanta frustração, a gorda que vos fala fez aquilo que é de se esperar de toda gorda: comeu. E comeu, e comeu e comeu e comeu... Até explodir! E o que parecia impossível se mostrou mais possível do que eu gostaria: eu engordei. MAIS AINDA! MAIS DO QUE JÁ ESTAVA! Pois é... Sou um ótimo exemplo de fracasso. Toda minha vida fui. <3 p="">      De qualquer forma, meus planos agora são mais palpáveis... Eu só quero reduzir o que estou comendo. Não quero mais ter que miar, não quero me descontrolar. Mesmo que para isso eu tenha que comer um pouco. Tudo bem. Se eu terminar esse ano 14kg mais magra, eu estarei feliz. De verdade. Afinal, 14kg pode até parecer uma meta de uma sonhadora. Mas não. Se eu emagrecer pelo menos 2kg por mês e ir mantendo, sem engordar, eu chego em janeiro do ano que vem com 14kg a menos. Não é impossível e não é pedir demais. É? Eu realmente acho que não...

     Para finalizar. Hoje comi viradinho de banana que minha mãe fez para mim e tomei uma caneca de café. Talvez mais tarde tome mais uma caneca de café... É isso.


     Força para todas vocês. ♥

3 comentários:

  1. Vim retribuir a visita, boneca, não se julgue ou culpe tanto, tente simplesmente ser o que voce quer e deve ser !!! E sobre o ECA , tenta tomar algo mais leve, o eca realmente fode com a gente, beijooos <3

    ResponderExcluir
  2. Be Strong.
    Estou na luta há 3 anos, e sei como se sente. Recentemente engordei 5kg, perdi eles, e voltei a engordar mais 3. Desisti, mas resolvi retornar! E você está certa. As vezes, nos afobamos querendo tudo pra ontem. Mas se eliminar 2kg por mês, 500g por semana.. Puxa! Logo alcançará a meta.

    Sabe uma dica que te dou? Coma de três em três horas. Sabe aquela velha história de 'Coma direito'? Cara, realmente funciona. Havia uma época que eu tava de NF direto, e não emagrecia. Mandei tudo pros ares e comecei a comer de três em três horas.. e deu resultado! E o melhor? Dificil de ter compulsões.

    Faz um cardápio. Se 'obrigue' a comer mesmo que não esteja com fome, uma bolachinha ou um pedaço de fruta, só pra ir lá e estimular o metabolismo.

    Não é pra estrapolar. Mas tu pode comer muito bem, ingerir umas 1000kcal diárias, bem distribuidas, vai ficar satisfeita e ainda vai perder peso.

    Se precisar de ajuda e força, pode me contactar. (Faço parte de um grupo de whats onde as meninas se ajudam, e cara, isso ajuda pra porra, te dá uma força incrivel!)

    Força. <3

    ResponderExcluir
  3. ola td bem? estou vontando á ativa com meu blog ana-mia( apesar d n ser mia, sou pro ana)... força nessa luta... eu quero emagrecer 21 kg... n so por estetica, mas pra me sentir bem comgo mesma... ja houve um tempo q eu consegui chegar na metade dessa meta entao estamos juntas nessa...

    ResponderExcluir