sexta-feira, 28 de maio de 2010

E eu não sei mais de onde vem tanta tristeza --'

"Enquanto a dor varre,

Não faz sentido pra você.
Toda emoção foi.
Não era muita diversão mesmo,
Mas eu estarei lá para você
enquanto o mundo cai."
----------------------------------------------------
(David Bowie - As The World Falls Down)


     Simplesmente não sei... Tenho uma mãe maravilhosa, que faria de tudo por mim, um pai com seus defeitos não tão graves (mas que mesmo assim faz o possível para ser bom)... Não consigo ser uma boa filha, simples e definitivamente eu não consigo. Tento ser feliz, dizendo para mim mesma que tendo uma mãe como a minha já é motivo para ser feliz, mas não consigo convencer minha outra parte disso --' Minha outra parte não se satisfaz em ter uma mãe maravilhosa e sem comparação com qualquer outra. Queria poder/conseguir comer a comida da minha mãe com prazer e sem me sentir culpada logo depois. Porra.! Eu não terei mãe para sempre... Tenho que aproveitar para comer comida de mãe (que é inigualável) enquanto tenho a minha, depois que ela se for já será tarde demais para comer alguma/qualquer coisa feita pelas lindas mãos dela.! E chorar não adiantará de nada... Não liguem, eu tenho a mania de sofrer de saudades adiantadas. Minha mãe está ótima e não morrerá tão cedo (ao menos eu espero, se não meu mundo acaba), só estou escrevendo isso por que andei pensando no quanto eu sou ingrata aos meus pais, e principalmente com a minha mãe.! My God.! Não tem pessoa no mundo que me ame mais que ela... E eu agradeço vomitando, enchendo a cara, fumando, tendo as piores notas da sala de aula, sendo preguiçosa, respondendo ela, falando grosso com ela, sendo ignorante e arrogante, etc... Mas que merda de pessoa eu sou.?!? Me Deus, me responda: QUE-TIPO-DE-PESSOA-EU-SOU.????? Acho que nem você sabe dizer ¬¬'
  Eu sou uma merda, isso é fato e inegável. Mas poxa, por que eu não posso ser uma pessoa melhor.? Por que eu não posso deixar de me acabar nos laxantes ao comer uma comida feita com tanto carinho materno.? Por que eu não posso/quero ser feliz.? Eu quero ser feliz... Mas será que eu quero o bastante para conseguir ser.? Por que eu me apeguei tanto a decadência e auto-destruição, ao ponto de não deixá-las nem pela pessoa que eu mais amo no mundo (minha mãe).? Minha mãe não sabe dos meus T.A's e nem que eu fumo e tomo laxantes... Mas só por eu fazer isso e não contar a ela, me sinto um lixo humano, a escória da escória da escória da humanidade... Porra, eu tenho saúde.! (ou ao menos acho que tenho --') Tenho dois braços, duas pernas, um cérebro normal (no desenvolvimento), todos perfeitos... Por que eu não posso me relacionar e achar legal namorar, como todas as meninas que conheço.? Por que não posso ver graça em beijar.? Mas que saco, ás vezes penso que nasci para ser anormal =( E só em pensar que tudo o que eu queria era ser normal... Sim, eu queria ser uma menininha retardada e fútel que não sabe nem o que é drogas e nem o que é T.A e que vive em um castelinho de cristal... Mas eu não sou, tenho que aceitar isso e seguir em frente.
    Em resumo, eu só sei que é tanta dor e tristeza, que não sei mais o que fazer, e nem sei mais a origem delas também... Não sei onde toda a trizteza e decadência começaram, mas sei que começaram bem antes de eu saber o que era vomitar e ter ódio da comida e de minhas banhas... Só pesso a mim mesma que me ajude, e consiga me tirar do buraco onde me meti... Mas eu mesma acabou de me dizer que isso é impossível para ela, pois ela é a decadência e a tristeza, e só me deixará quando eu morrer. Em uma única palavra: ferrada, é o que eu estou...


 Desejo a vocês uma bela noite, amo todas (os) vocês. E desejo tudo de bom =) Prometo passar em vossos blogs amanhã sem falta.








Kisses, Roxy. ♥

15 comentários:

  1. Oh my God!
    Roxy, quando li seu post tbm fikei refletindo sobre minhas atitudes, somos muitas vezes ingratas c/ nossas mães, ki são as pessoas mais importantes pra nós, eu amo minha mãe e muito, mas num moro com ela, msm assim faço coisas ki acho ki a magoam, meu pai tbm, as vezes faço coisas sem pensar e depois me arrependo, mas isso não é culpa nossa, não fazemos pq queremos ou pq não ligamos pra nossos pais!!!Migah num fica assim, nao se culpe e nem se torture!!!Conta comigo tah?!pode me pedi ajuda, farei o ki estiver ao meu alcance pra te ajuda!Bejuh ;*
    Se cuida!

    ResponderExcluir
  2. Oi linda,
    eu nao sei nem o que te fala =\
    meus pensamentos sao muito parecidos com os seus. e me culpo muito por isso... eu queria ser 'Normal', mas pq é tao dificil?
    Ah linda =\
    a vida parece injusta demais as vezes...
    =(
    Beijos e Força.
    bom fim de semana

    ResponderExcluir
  3. amiga eu sou totalmente parecida com vc
    não vejo graça em beijo nem em namorar,respondo minha mãe q tanto me ama,q não quer nada de ruim pra mim me da tudo0 o q eu pesso e msm assim sou uma ingrata.Amiga não fique tão triste vou estar aqui do seu lado te ajudando apesar de estar na msm situação q a sua.bjs flor
    e mta força amiga*-*

    ResponderExcluir
  4. ai querida, eu juro que me sinto da mesma forma. Minha mae fez e faz tantos sacrificios por mim, pra que eu termine essa bendida faculdade que sempre foi meu sonho, e eu sou a pessoa mais preguiçosa do mundo, incapaz de pegar um pano de chão e ajudar a limpar a casa. Essas coisas tb me fazem sentir a pior pessoa do mundo e eu quero acreditar que eu não sou. sei lá, acho que a gente age assim não por ingratidão, mas por total falta de auto estima. Não sei explicar mt bem, mas acho que seus pais nao te veem como a pior filha do mundo, com certeza o amor que vc sente por eles, eles sentem por vc tb. Só o fato de vc se sentir mal por isso significa que vc não é uma filha ruim.. Um beijo, se cuida!

    ResponderExcluir
  5. ñ me surpreendi com oq escreveu, isso é tão comum, agnt para pra pensa em tudo isso,

    confesso q ninguém nunca me viu vomitando, mas mesmo assim sozinha entre 4paredes morro de vergonha. Ser fraca tbm, o pior q é meu dinheiro jogado fora privada a baixo.

    Nossa Roxy por diversas vezes pensamos em desistir de tudo pelas pessoas q amamos....mas o TA fala mais alto, e tah lá nós de novo...dias sem comer e vomitando entre 4paredes.

    pensando será q um dia isso vai passa.


    vamu supera...e tentar ser um pouco mais feliz.



    Um dia após o outro.



    *_*

    ResponderExcluir
  6. me pergunto isso todos os dias tanta coisa boa e mesmo assim cade a felicidade e a gente so ve ela quando ela some de perto da gente a nos damos conta de como era feliz fica bem amiga

    ResponderExcluir
  7. voce não é uma merda, e quem aqui nunca fez nada disso com a propria mãe?
    mas voce tem rasão, temos que aproveitar cada minuto!
    <3

    ResponderExcluir
  8. Olaa Roxy :)

    esta semana segui o teu conselho (de ir tirando a comida aos poucos), pq na 3a senti-me mal e tu tens razão, o meu corpo não está habituado.
    Obrigada pelo conselho e muita força para ti.

    beijinho*

    ResponderExcluir
  9. Olá, achei que seu post conseguiu dizer o que venho tentando concertar em mim mesma: ingratidão.
    infelizmente tbm sou assim, mas reconhcer já é um começo, não?
    se cuida

    ResponderExcluir
  10. Amr você não faz isso porque qr amr, entenda vc tem TA's e isso por menos que vc queira, te controla, vc não sente culpa porque qr, sente porque é obrigada a sentir, mas se você já reconheceu, como a vihh diisse, é um boooom começo. porque não tenta, sei lá, se dedicar aos estudos, melhorar suas notas. Ou Fassa como eu, estabeleça metas, e tente alcança-las com todo o seu potencial, não pesso para conseguir, pois oque realmente vale é você dar sua alma ao que vocÊ qr fazer (: Boa sorte ! Beeeijos ;** e leembra que eu to aki pro que precisar ok ?

    ResponderExcluir
  11. Minha mãe sabe dos meus transtornos alimentares, é sempre muito compreensiva comigo, mas eu me sinto péssima por não retribuir isso, posso parar um tempo de vomitar, comer de uma forma mais saudável... porém, sempre volto com tudo de novo, desperdiçando o dinheiro que ela gasta comprando comida na privada e a fazendo sofrer por não conseguir fazer nada que mude minhas atitudes.
    Sei que falta um pouco de esforço da minha parte, que eu poderia escolher um caminho saudável para emagrecer, mas eu não quero parar com isso até alcançar minha meta.
    Desculpa o desabafo... Não me sinto bem em não ter o que te aconselhar porque estamos no mesmo barco.
    Melhoras!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Nuss flor me identifiquei demais com esse post, tambem tenho uma mamis maravilhosa assim...

    Espero q as coisas melhorem

    Kisses

    ResponderExcluir
  13. Espero que as coisas tenham melhorado =)

    ResponderExcluir
  14. *-*
    Leio e releio seu post, enquanto o medo varre minha mente, sei que um dia posso perceber que gastei um bom tempo a toa, não?
    bjOus

    ResponderExcluir
  15. Que fofa amiga ,
    agora pensei , oq farei qdo minha mae morrer .. meu pai ja se foi
    e minha mae me restou,
    mais medo maior
    é da minha avo morre ,
    nao sei o porque..
    bom amiga
    beeiijos
    se cuida
    eu te amo
    foorça

    ResponderExcluir