sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

12º dia da dieta do ovo.

     Estou fazendo esse post no ônibus,  indo para o trabalho, por isso serei bem breve.

     Estou para concluir a dieta do ovo e não emagreci nada. Não estou surpresa, pois já  tinha visto relatos de quem fez a dieta e simplesmente não emagreceu.

     Eu comi apenas o permitido: ovo com ovo. Nada além  de ovo. E continuo com 65 kg. Na semana passada pensei que o peso não mudava por conta da menstruação. Mas depois que o ciclo acabou, não tinha mais desculpas: a realidade é que não emagreci.

     Talvez tenha dado errado porque não faço três refeições por dia. Mas eu como apenas uma vez no dia e emagreço assim com meus legumes. Então vou voltar com eles a partir de amanhã, pois não adianta fazer os últimos 3 dias da dieta do ovo e continuar com 65 kg. Mas vou concluir pelo menos o dia de hoje.

     É isso. Beijinhos.

terça-feira, 27 de novembro de 2018

Dieta do ovo. | 2º dia.

     Olá!

     Pela primeira vez, iniciei a dieta que sempre pensei em fazer: a dieta do ovo. Iniciei ela ontem, ainda com 65 kg. Espero eliminar pelo menos esses 5 kg até o final da dieta, que é de 15 dias. Espero também aguentar comer apenas ovo por 15 dias. xD Hoje já testei a receita de panini (tipo um pão feito de ovo!). É bom, mas prefiro meu omelete, que pelo menos não vai fermento. xD

     Meu cardápio de ontem foi: um omelete de 4 ovos no almoço e um omelete de 2 ovos no jantar, quando cheguei em casa. Não costumo jantar, mas como estava com fome, decidi comer, porque quero evitar compulsão e "fome" é um enorme gatilho para sair da dieta. Dizem para consumir pelo menos 3 ovos por dia e no máximo 8. Ontem eu consumi 6 ovos! Para mim foi muito, mas... Pelo menos estou dentro da dieta.

     O cardápio de hoje até agora foi apenas o panini, que foi um ovo, uma colher de requeijão para a massa e 2 colheres de café de fermento. Meu panini cresceu muito, o que me fez acreditar que uma colher de café de fermento já basta. Mas como foi a primeira vez que fiz, não quis fugir da receita original. Se eu fizer uma próxima vez, aí testo com apenas uma colher. Mais tarde, pretendo fazer um omelete com 2 ovos e fechar meu dia assim.

     Para amanhã, pretendo levar 4 ovos cozidos para o trabalho. Se de noite estiver com fome quando chegar em casa, comerei um omelete feito com 1 ovo. No geral a dieta é essa: comer apenas ovos. Dizem que pode comer até 120 gramas de queijo sem carboidrato, tipo muçarela, mas prefiro não comer. Se depois de uma semana comendo ovo eu estiver enjoando, aí até como umas duas fatias para quebrar a ingestão de apenas ovos, mas... A dieta é do ovo! É preciso se conformar que você irá comer apenas ovos durante os dias de dieta. xD

     Acho que é só... Na última semana, eu pequei um pouco ao não fazer exercícios com a desculpa de que estava cansada por conta da semana de Black Friday onde trabalho. Mas essa desculpa chegou ao fim, então hoje vou fazer pelo menos 20 minutos de elíptico e voltar com a minha corda todas as noites.

     É isso. Na sexta-feira é minha folga novamente e pretendo voltar aqui para contar como vai a dieta e se obtive resultados após 5 dias comendo ovo! Por um milagre minha mãe decidiu me apoiar nessa dieta e até comprou ovos para mim, disse que comprará ovinhos de codorna também para variar o cardápio! Ahahahaha xD Só minha mãe mesmo... lol

     Ps: Passarei em vossos blogs ainda hoje! Muito obrigada por ainda passarem por aqui e por não desistirem de mim, mesmo que ás vezes eu suma. ♥

     Ps²: a dieta promete eliminar 10 kg em 15 dias... Não costumo acreditar muito nessas coisas, pois cada corpo responde de forma diferente com a dieta e algumas pessoas podem eliminar menos ou mais quilos que o prometido. Mas se eu eliminar a média de 7 kg em 15 dias, já estarei no lucro ao final dela, pois estarei na casa dos 50 kg com 58 kg. Encerrar o ano com 58 quilos seria tudo de bom, já que no ano passado encerrei com 65 kg, então... Estará ótimo!

domingo, 18 de novembro de 2018

65,00 kg. - Sou muito sanfona...

     Olá.

     Como a boa sanfona que sou, devo atualizações sobre o meu peso. Depois do último post no dia 07/11, eu fui me pesar no dia 13/11 e vi os horríveis 67,500 kg. Ninguém merece ser uma sanfona ambulante como eu... Bem, eu decidi voltar para a minha dieta de contar todas as calorias que consumo (antes não estava contando, apenas almoçava tranquila no almoço, mas sem saber as calorias e ás vezes comia uma besteira ou outra que ferrava com meu dia). Essa era a forma que eu estava me autossabotando: comia apenas meus legumes no almoço, tipo abobrinha, mas depois comia doce, ou comia outro tipo de besteira. Agora que voltei a contar calorias, não posso ultrapassar 800 kcal. No início eu queria que o máximo fossem 500 kcal, mas vendo que ás vezes eu ficava nas 500 e qualquer coisa, fiquei com raiva e coloquei 800 kcal. Tem dia que fico nas 400, outros nas 500, outros nas 600, raramente nas 700 kcal. Ou seja, 800 kcal é o ideal para mim, que assim não fico pilhada por ultrapassar o limite de kcal diárias permitido e me dá um "up" quando vejo que consumi praticamente a metade do limite.

     Um breve resumo das kcal ingeridas desde o dia 13/11:

- 13/11 -> 768 kcal - 67,500 kg
- 14/11 -> 536 kcal
- 15/11 -> 486 kcal
- 16/11 -> 562 kcal
- 17/11 -> 525 kcal
- 18/11 -> 610 kcal - 65,000 kg


     Em suma, esse método tem funcionado comigo, pois hoje me pesei e estou com 65 kg redondos. Ou seja, apenas 100 gramas acima do que estava pesando no dia 07/11.  O que significa que eliminei 2,500 kg em 5 dias. Não podia esperar mais do que isso. Tenho feito 20 minutos de elíptico 3x por semana (acho pouco, mas ao menos é um começo) e pulado corda 100x todos os dias. Logo espero aumentar esse número para 200x, mas até lá, tenho que pular ao menos 100x. E assim vou indo, esperando até o término do ano estar com 60 kg redondos. Para terminar esse ano com 5 kg a menos do que no ano passado. Embora esse valor seja ridículo, porque se eu tivesse levado as coisas mais a sério, já estaria com 55 kg agora e encerraria 2018 com DEZ quilos a menos do que em 2017. Mas ok. 5 kg já é alguma coisa. Pior será terminar esse ano pesando mais ou o mesmo que no ano passado. Ninguém merece...

     Espero que vocês ainda estejam lutando pelos seus objetivos. Ler seus blogs sempre me inspira a nunca desistir de ser a melhor versão de mim mesma. Então, espero que ainda estejam por aí... ♥

     Volto para atualizar dia 25. Principalmente atualizar sobre o peso. ^^

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

64,900 kg?????

Olá.

     Um milagre aconteceu e hoje eu finalmente acordei com 64,900 kg. Finalmente sai dos 66/67 de sempre! O estranho é que ontem foi minha folga, então saí com um amigo meu... Eu comi um taco grande, e durante o dia eu bebi 2 long de Stella Artois de 270 ml, uma lata e meia de Itaipava e uma lata de 700 ml de chopp de vinho!!! E se nao bastasse tudo isso, ainda fui no Starbucks com meu amigo e tomei um frapuccino de avelã de 400 ml e mais um biscoito de gengibre! Ou seja, eu bebi e comi e ainda emagreci??? Não entendi nada, mas que seja... Claro que tem o detalhe de eu ter andado o dia todo com meu amigo... Talvez isso tenha ajudado.

     Ok. E como estamos em novembro, preciso falar o meu breve planejamento daqui para dezembro. Inicialmente eu estava em uma dieta de no máximo 800 kcal. Mas decidi que com isso não vou emagrecer, então hoje estou iniciando uma de no máximo 500 kcal. O cardápio é o de sempre: legumes, verduras, ovo e só. Na hora do meu almoço vou ir andar um pouco e talvez isso ajude a chegar no final do mês com pelo menos 62 kg. E em dezembro elimino mais dois e encerro o ano com 60 kg. É uma meta bem modesta na minha opinião, mas nao adianta eu fazer metas maiores e me frustrar...

     Espero que vocês estejam bem e não tenham desistido de seus objetivos!

     Beijinhos! ;*

domingo, 28 de outubro de 2018

66,200 | - 1 kg e 300 gr

     Olá.

     Esse post será super breve, apenas para atualizar por aqui. Eu eliminei mais de um kg e não sei como, pois minha alimentação tem sido uma vergonha. Continuo comendo meus legumes, mas como uma besteira e outra também, coisa que não fazia. O mais provável é que aqueles 67 kg fossem retenção de líquido. De qualquer forma, me sinto menos inchada, embora não tenha feito nada para isso.

     Outubro está acabando, e posso dizer que o que agosto teve de rápido esse ano, outubro está tendo de demorado. Esse mês parece não acabar nunca! De qualquer forma, já estou fazendo meus planos para 2019, pois muitos deles começam agora, no final de 2018.

     Estou planejando alguma dieta para fazer em novembro. Algo que me ajude a eliminar pelo menos 5 kg. Eu encerrei 2017 com 65 kg. Me sinto na obrigação de encerrar 2018 com pelo menos 60 kg redondos! E sei que eu consigo se eu me dedicar...

     Volto assim que esse mês chato acabar para falar sobre o que decidi fazer. ♥

     Beijos! ;*

terça-feira, 2 de outubro de 2018

Finalmente, outubro! 67,500 kg.

     Olá.

     Eu sei que sumi daqui por mais de um mês, mas não foi intencional. Eu apenas não tinha muito o que dizer e nem cabeça para tal. Tive alguns dias bem ruins, nos quais fui acometida de uma crise terrível do que talvez possa ser ansiedade. Mas não sei... Pois além de não gostar da ideia de me autodiagnosticar, gosto muito menos da ideia de assumir que tenho algum problema do qual não possuo controle. Assim como a maioria que vive nesse mundo de TA e etc, eu sou muito controladora com tudo e detesto a ideia de não obter controle sobre meu psicológico.

     Enfim... Falando brevemente sobre essa minha pseudocrise: foi algo muito repentino. Eu estava vivendo normalmente e da minha maneira monótona, até que de repente foi como se o mundo tivesse caído sobre minha cabeça e eu tivesse me dado conta de que estou envelhecendo, que minha mãe um dia morrerá, que eu talvez chegue aos 80 anos, serei velha e não terei mais essa vida que eu conheço. Será uma nova vida, uma vida que não quero: estar velha e sozinha. Pois bem, essa é a primeira vez que estou conseguindo falar sobre o assunto sem surtar novamente. Pois nas vezes que tentei raciocinar comigo mesma sobre o que tive, sempre acabava sozinha e trancada em algum lugar qualquer (banheiro de casa, banheiro do trabalho que fica dentro da loja na parte do estoque, meu quarto, banheiro do shopping onde trabalho, etc), longe de outras pessoas e em prantos como se eu fosse ter 80 anos amanhã, num desespero descomunal, que eu tinha que respirar fundo diversas vezes e olhar para mim mesma no espelho, na tentativa de me trazer de volta para o presente. Tal pensamento me acometia do nada... Ás vezes eu estava no caixa, atendendo alguém, ou até mesmo no meio da loja, abastecendo alguma mercadoria, e BOOM! Do nada eu sentia que começaria a surtar e, para não passar vergonha, avisava friamente que ia no banheiro. Lá eu me trancava e ficava uns 5 minutos até conseguir me recompor... Eu cheguei até mesmo a ficar paranoica com certas coisas: atendia um idoso e queria chorar (???), via alguém acompanhado da mãe idosa e queria morrer, tendo que engolir em seco o nó que se formava em minha garganta... Enfim, eu estava realmente surtada. E o motivo disso? Não faço ideia...

     Ok. Após a minha (não tão) breve explicação sobre o possível surto, preciso dizer como estou agora. Nesses últimos 7 ou 9 dias, eu estive mais calma e tranquila. Com menos pensamentos tão extremistas e paranoicos e tentando pensar menos em como eu vou estar daqui 55 anos... Afinal, isso é praticamente DUAS VEZES MAIS tudo o que eu vivi até hoje... Levando em conta que ainda farei 26 anos em dezembro. Tipo... Eu ainda tenho que viver DUAS vezes toda minha vida até agora para chegar aos 80 anos. E talvez não chegue até lá, pois não se sabe o que o futuro nos reserva, certo? Enfim... É muito louco ficar paranoica com um pensamento tão WTF??? como esse... Por isso tenho trabalhado para me manter focada no agora e pensar apenas nos planos para um futuro próximo, como voltar para a faculdade no ano que vem, colocar meu aparelho odontológico, o que farei nas minhas férias que cairão em abril, etc... Planos próximos e não coisas como: mas como será quando eu não tiver mais minha mãe aqui?! E quando eu não tiver mais pai?! E quando eu tiver 80 anos?! Etc, etc, etc... Tenho tentado compreender que pensar nessas coisas apenas me impedem de fazer e aproveitar as coisas do agora. Então, não posso me deixar ficar ansiosa com pensamentos sobre um futuro (ainda) tão distante...

     O peso continua o mesmo: tem dias que está 66 kg, e outros 67 kg. Como gosto de informar certinho aqui no blog, me pesei antes de começar esse post e estava com 67,500 kg. Tenho um casamento dia 12 agora, gostaria de estar pelo menos com 65 kg novamente. Vou ver se consigo emagrecer alguma coisa, voltando para minha dieta usual, que é apenas uma refeição ás 15h da tarde e mais nada no resto do dia. Apenas uma caneca de café pela noite e outra pela manhã. Tenho comido uma coisinha ou outra fora da minha refeição do almoço, e isso tem estagnado meu peso. Eu não quero estagnar, quero emagrecer!

     Enfim... Expliquei mais ou menos como as coisas estão por aqui. Espero que vocês estejam bem! ♥ Eu tenho acompanhado o blog de todas, apenas não comento por não ter nada de bom para falar. Mas hoje passarei para comentar em todos, independente do comentário ser grande coisa ou não. Quero que saibam que nunca me esqueço de vocês. ♥


     Kisses, Roxy. ♥ 

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Agosto costumava ser longo...

     Sinceramente? Não vi esse mês passar. Quando dei por mim, notei que hoje era dia 21. Mais 10 dias e agosto acaba para dar lugar para setembro, que também não costuma ser um dos melhores meses para mim. Na realidade, depois da metade do ano, a tendência é sempre tudo ficar pior. Você se dá conta que o tempo passou, que não fez nada que deveria ter feito. Que houveram bons dias, sim, mas que os piores se sobrepuseram sobre os bons e fizeram deles nada além de uma mera gota num oceano pútrido e carregado com seus fracassos. Você percebe e se dá conta que quanto mais velho fica, mais sozinho se encontra e a culpa é somente sua. E ainda que a culpa de toda essa merda seja apenas sua, você não consegue fazer com que fique melhor, pois até em melhorar você fracassa, e é aí onde você se vê meio sem saída, sabe? Dizem que é preciso que reconheçamos nossa culpa, para depois tentar se redimir e buscar uma solução para reparar os danos causados por nós mesmos. Mas ás vezes você simplesmente não consegue mais desfazer toda a merda que fez. Seja essa merda o que for: comer demais, discutir com alguém, se afastar das pessoas, trabalhar com má vontade, não deixar de fumar, tratar mal quem não merece... Enfim, seja o que for, você simplesmente não consegue deixar melhor, ou pelo menos "não tão ruim" como já está...

     Enfim... De volta para agosto! A maioria das pessoas ao meu redor (colegas de trabalho, clientes insuportáveis, mãe, irmã etc, pessoas vazias) falaram que agosto seria um mês longo e interminável. Claro que isso vai da perspectiva de cada pessoa, pois passando rápido ou não, o fato desse mês ter 31 dias não muda e na teoria ele dura o mesmo para cada um de nós. Mas sabemos que na prática as coisas diferem muito da teoria... Acho que o mais cômico para mim é a ironia envolvida nisso tudo: eu tenho vivido de forma lenta e inútil, o que deveria fazer com que agosto se arrastasse como se fosse o pior mês de todos e etc. Mas é como se eu estivesse entorpecida por todos esses dias e por isso não me dei conta do tempo passando e dos dias correndo de forma voraz, um após o outro. E eu fazendo "enormes nadas"...

     Tenho estado bem triste, essa é a verdade. E acho que enrolei tanto para chegar nessa parte do post porque para mim é muito difícil admitir isso. Embora já tenha comentado outras milhões de vezes sobre meu desânimo constante e etc, acho que dizer "estou triste" é mais vergonhoso e pesado para mim do que dizer "estou desanimada". Quero dizer... Não há nada demais em estar desanimada, certo? É normal não ter energia sempre e simplesmente há épocas nas quais estamos sem muito ânimo, daí o "desânimo". Nada demais. Até as pessoas de fora aceitam o desânimo do outro numa boa, porque é algo pelo qual todos passam. Agora, dizer e/ou deixar com que percebam que você está realmente triste, vendo o mal em tudo, transformando em mau até aquilo que se esperava que fosse bom... Isso não é muito aceitável. As pessoas começam a ficar incomodadas com você e querem que você fique feliz logo, afinal "gente feliz não enche o saco", eu ouvi isso minha vida inteira. Por sorte, ninguém de fora parece ter notado minha tristeza, pois eu geralmente disfarço tristeza e mágoa com irritabilidade. "Estou apenas estressada!", é o que digo aos quatro ventos. "Normal... Você vive irritada!", é o que obtenho de resposta e por fim me deixam em paz. Prefiro assim, pois as pessoas costumam esperar um motivo maior para a tristeza alheia, além de saberem que você está triste porque simplesmente é uma pessoa triste. É uma pessoa que se dá conta da desgraça de mundo em que vive e não consegue ignorar isso se preocupando com a própria vida, pois a própria vida é tão insignificante diante de problemas tão grandes quanto os existentes no mundo, que não posso deixar de ficar triste com toda a desgraça mundial... E mesmo sabendo que não posso ajudar a deixar certas coisas melhores, ainda assim eu me culpo por ser tão inútil e por ser tão leviana diante de todos esses problemas. Mas o grande X da questão é que não deixo de fazer minhas obrigações por isso: continuo trabalhando, cuidando dos meus cachorros, pensando em emagrecer, pensando nos meus estudos no ano que vem. Eu continuo seguindo com a vida, sabe? Então ainda está tudo bem comigo, na minha concepção do que é estar bem...

     Por fim, não pretendo me estender muito mais do que já fiz nesse post. Mas apenas para concluir... A verdade é que não há motivos reais para que se preocupem com você por estar triste. Afinal, estar triste é tão normal quanto estar desanimada. Você pode ficar triste por meses e de repente você acorda feliz... Assim, do nada. Aí você passa um tempo feliz até que acaba desanimada outra vez e sucumbe à tristeza. É normal. Nunca vi uma pessoa sensata dizer que o comum na vida é ser feliz 100% do tempo. E estar triste pode significar que você está bem, sim. Você apenas não está em um estado de espírito louvável, mas e daí? Você pode ficar triste por um tempo e não pirar por não estar feliz como todo o resto finge estar... A maioria não é feliz e finge estar porque "isso é normal". Apenas isso.

     Atualizações breves sobre o que realmente importa: não engordei, não emagreci, continuo com os malditos 67 kg que adquiri depois que fodi com a dieta ABC. Não parei de fumar e duvido que eu vá. Mas vou continuar tentando parar algum dia. Talvez eu consiga...

     Volto em setembro para atualizar sobre como andam as coisas por aqui. Espero emagrecer até lá. Nem que eu volte apenas para os 65 kg. Já estará bom...

     Um bom término de agosto para vocês. E espero que estejam bem, assim como eu julgo que estou, independente da definição do que é estar bem para cada um de vocês. ♥

12º dia da dieta do ovo.

     Estou fazendo esse post no ônibus,  indo para o trabalho, por isso serei bem breve.      Estou para concluir a dieta do ovo e não ema...